navegar pelo menu
fevereiro 24, 2019 -

[RESENHA] 281 Dias Para Recuperar um Sorriso, de Vanessa S. Marine




Título: 281 Dias Para Recuperar um Sorriso // Autor(a): Vanessa S. Marine // Editora: Duplo Sentido Editorial // Páginas: 398 // Gênero: jovem adulto // adicione ao skoob // compre aqui
SINOPSE: Amanda Horstmann foi expulsa do time de futebol da escola, sua maior paixão, e no dia seguinte descobre que sua falecida mãe, em vida, compôs uma música para seu pai. Motivada por essa descoberta, decide aprender a tocar essa música para o pai, na esperança de que ele volte a sorrir como antes de se tornar viúvo, mas há um problema: Amanda mal sabe segurar um violão.
É nesse momento em que Fernando Amargo, filho do ex-treinador da Amanda e ex-guitarrista de uma banda de rock, surge precisando de aulas de futebol. Por falta de uma opção melhor, Amanda e Fernando então decidem fazer uma troca, em que um ensinará ao outro o que precisa ao longo de um ano. Porém, o que acontece quando um garoto se submete a ter aulas de futebol com uma garota? E como fica o coração dessa garota ao ajudar o filho da pessoa que ela mais detesta a realizar um sonho que é dela? E o que fazer quando recuperar a felicidade do seu próprio pai te leva a caminhos incertos?
281 Dias Para Recuperar Um Sorriso é um romance emocionante e divertido que narra a história de uma protagonista obstinada a fazer seu pai feliz e a tentar conhecer mais sobre a mãe que nunca teve, nem que isso signifique ter de adiar o seu próprio sonho.


Amanda Horstmann é a atacante no time de futebol de seu colégio. Futebol é a paixão dela, e ela sonha em ser uma jogadora profissional. E bem no início do livro, vemos o treinador expulsá-la do time, pois não quer um grupo misto mais. E logo no dia seguinte ela descobre uma música feita pela mãe para o pai antes de morrer, e ela decide que vai aprender a tocar pra deixá-lo feliz e voltar a sorrir, já que no vídeo que ela encontra a tal música, vê um lado do seu pai que nunca presenciou: um lado mais alegre e feliz.


E pra isso ela vai contar com a ajuda do Fernando Amargo, filho do ex-treinador dela, pra aprender a tocar violão, já que ela não sabe e nem tem dinheiro pra pagar aulas – e não quer pedir o pai, já que é um presente pra ele. E ele precisa de aulas de futebol, porque apesar de ser filho do treinador de futebol ele não sabe nada, pois nunca teve interesse, a música sempre foi algo mais natural pra ele. Mas como ele quer um carro, a proposta do pai dele é: que ele seja o novo atacante do time do colégio em troca do carro, então vai ser uma troca de ajuda. Mas não é tão fácil assim, pois imagina ajudar o filho de um cara que você detesta a realizar um sonho seu?


"Se um dia alguém disser que nenhum filho teria coragem de fazer de tudo por seus pais, por favor, conte a eles a minha a história."

Então eles começam a ter aulas, e como a peneira pra entrar como atacante do time é em dois meses, o foco é ensinar a Fernando primeiro e depois vai ser a vez da Amanda aprender a tocar violão. E como eles vão ter que passar muito tempo juntos, ela precisa inventar uma desculpa pra passar tanto tempo fora de casa sem que o pai desconfie, então ela e Gabriel, um de seus melhores amigos, inventam que estão namorando.


Uma das coisas que mais gostei é que o livro tem um foco, que é a Amanda querer fazer um gesto bonito para o pai, e o romance é uma coisa bem em segundo plano na história. Vemos a Amanda se descobrir depois de ter uma desilusão em relação a seu sonho, ela fazendo amigas garotas, algo que ela nunca teve porque sempre era ela, Pedro e Gabriel, os três mosqueteiros; e o foco da sua vida sempre foi o futebol então ela nunca teve – ou se permitiu ter – tempo para outros aspectos de sua vida.


"Às vezes empecilhos aparecem no nosso caminho, mas não podemos nos esquecer dos nossos objetivos."

É um daqueles livros amorzinhos bem leves pra ler depois de uma leitura mais pesada, que com certeza virou um dos meus livros favoritos. E não posso deixar de parabenizar a editora pela edição maravilhosa. Como vocês podem ver nas fotos, tem o formato de uma fita cassete, igual a que Amanda encontrou do vídeo da mãe cantando. Minha edição veio com páginas a mais, quando chega numa parte no meio, volta algumas páginas atrás, aí depois volta ao normal, mas não é algo que atrapalha muito, só sei que é a edição de livro mais bonita que eu tenho, haha, amei demais!


E aí, ficou curiosx pra ler?

Pine a imagem acima no Pinterest pra compartilhar a dica de leitura!

2 comentários:

  1. Eu acho esse livro lindo!
    Eu não sabia quase nada sobre; achei legal o romance ficar em segundo plano e ser uma leitura leve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Carol!!!
    Esse livro me lembrou aquelas histórias gostosas da Sessão da Tarde e que a gente se apaixona.
    Eu achei a edição a coisa mais fofa e estou colocando a mesma já na minha lista de livros que quero ler.
    Ver que a personagem quer fazer algo que deixa seu pai feliz é muito fofo.
    Adorei *-*

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial