navegar pelo menu
dezembro 22, 2018 -

LIVRO x FILME: Caixa de Pássaros




Caixa de Pássaros alterna entre passado, quando tudo estava bem; e presente, onde Malorie vive com seus dois filhos, Garota e Menina, trancados e com as janelas totalmente cobertas. Seus filhos nunca viram o céu, pois quando as pessoas abrem os olhos do lado de fora, elas veem algo que faz elas enlouquecerem, cometendo atos de violência e em seguida suicídio.

Então por quatro anos, eles viveram nessa casa abandonada. Mas Malorie sempre soube que chegaria um momento que teriam sair dali, e quando uma névoa misteriosa aparece, é o sinal que Malorie precisava pra decidir sair dali e recomeçar a vida em outro lugar. É arriscado e bem complicado, ter que andar vendado, apenas contando nos ouvidos treinados de seus filhos. Ela resolve levá-los embora pelo rio que tem perto da casa.



Também vemos, no passado, como tudo começou. Malorie era uma das céticas que não levava as notícias a sério, enquanto Shannon (que no final de chama Jess), sua irmã, estava o tempo todo preocupado e checando na internet qualquer novidade sobre a tal epidemia. Até que um dia, Shannon vê seja lá o que for e se suicida, e então Malorie se vê grávida e sozinha. Então ela vê um anúncio no jornal convidando as pessoas pra se abrigarem, e ela se junta ao grupo, que tem todo um cuidado e uma rotina a ser seguida para conseguirem sobreviver no novo mundo. Esse início é diferente na adaptação, e acontece um pouco mais rápido.

O autor pecou na construção dos personagens que moram com Malorie no passado, sinto que não conheci ninguém muito bem ali, a não ser com o Tom, pois ele parecia o mais sensato do grupo. O final é bem previsível, mas é o que me fez ficar mais curiosa pelo filme, se manteriam ou não.

A história em si é sobre o medo que temos daquilo que não conseguimos explicar, e durante a leitura o autor conseguiu me deixar angustiada e curiosa pra ler a página seguinte, mas o final deixou a desejar, apesar que dada a proposta do livro, não poderia ser diferente.



O filme é bem diferente do livro, e por incrível que pareça, isso não é uma coisa ruim. Eu gostei muito do livro durante a leitura, e acho que do jeito que a história foi contada no livro deu certo, mas não funcionaria se a adaptação tivesse sido fiel. No livro você você se sente agoniada e tudo mais, mas é só você entrar dentro de um lugar fechado que está seguro. Já no filme, a tal "presença" não é tão benevolente assim, ela assusta muito mais. Também gostei muito dos personagens e da construção deles no filme – muito mais que no livro –, da atuação e direção. Sandra Bullock, como sempre, maravilhosa, mas os outros atores também foram incríveis.

Além de ser um suspense muito bem feito, é uma bela história sobre família. As ideias do filme e livro são diferentes, portanto feitas de forma diferentes, e cada um tem seus pontos fortes. A história vai te deixar angustiado e é super válido tanto assistir o filme quanto ler o livro, se você tiver a oportunidade. Já está disponível na Netflix!

QUOTES:

"Você está salvando a vida deles para que tenham uma vida que não vale a pena."

"A vida é mais do que isso. Está além. Precisa prometer o que talvez nunca chegue. Precisa amá-los sabendo que pode perdê-los logo. Eles merecem sonhos, amor, esperança. Merecem uma mãe."

DICA DO LIVRO DO TOP COMENTARISTA: É um livro de um autor(a) bastante conhecidx. Tem ideia de qual livro pode ser? Participe aqui!

13 comentários:

  1. Ahhhh eu ia ler primeiro o livro para só então assistir o filme mas pela sua resenha o filme é bem mais emocionante. Então irei assistir , as vezes as adaptações superam o livro mesmo.

    Sobre o livro do top comentarista eu não faço a menor idéia de qual seja. Kkkkkkk sou péssima nisso.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, tá explicado porque nunca me interessei em ler, é forte e realmente agoniante imaginar toda essa situação. E pelo visto o filme consegue ser mais forte...
    Interessante falar sobre o medo.
    Provável que eu não assista.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. simm! se você não tolera bem esse tipo de livro/filme, melhorar não assistir mesmo.

      bjs

      Excluir
  3. Eu li fazem uns 2 anos, mas ainda assim senti falta de algumas cenas como quando a mãe das crianças pensou em derramar ácido nos olhos delas para cegá-las. Mas eu gostei do filme.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Eu tava bem curiosa pra conhecer essa história e não sabia que tinha filme.

    ResponderExcluir
  5. Acho q um dos personagens principais do livro q fez falta foi o cachorro. No livro tem uma assarem q ela vai buscar comida com o cachorro q eu lembro q fiquei bem tensa.

    ResponderExcluir
  6. Pretendo ler o livro ainda começo do próximo ano mas eu não gostei do filme Achei ele um pouco mal construído o único ponto que me chamou atenção foi muito bem abordado como é o caso das pessoas que conseguiam ver a coisa sem ser afetado por ela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vamos ver se você vai gostar do livro. me conta depois!

      bjs

      Excluir
  7. Eu achei o livro bem superior ao filme. O suspense do livro me agradou bastante, fiquei assustada por uns dois dias após terminar o livro. Já o filme me decepcionou um pouco, esperava mais. Porém, concordo que se este fosse fiel ao livro, não iria dar certo. E simmm, aaaa, Sandra Bullock perfeita, sem mais.

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial