[RESENHA] Procura-se, de Giovanna Vaccaro

novembro 19, 2018

Título: Procura-se
Autor(a): Giovanna Vaccaro
Editora: Coerência
Páginas: 440
Gênero: romance
adicione ao skoob // compre aqui

SINOPSE:
PROCURA-SE UM CORAÇÃO
O tempo que Ariane tem de vida é bem menor do que se imagina. Desde os seis anos, sofre com a doença arterial coronariana, uma deficiência cardíaca genética; rara em pessoas jovens, mas fatal. Mantendo-se com a ajuda de remédios, ela conta com o apoio de seu pai e sua irmã, juntamente com sua melhor amiga.
Para agravar a situação, após uma crise de insuficiência cardíaca, ela recebe a notícia de que deverá passar, o mais urgente possível, por um transplante de coração, caso contrário, seus dias estarão por um fio.
Porém, ela tem uma nova razão para pulsar: Miles. Ariane se envolve em uma paixão “quase” perfeita — diante do difícil drama que enfrenta!
Juntos, eles tentarão encontrar uma saída e farão de tudo para congelar o tempo e eternizar cada segundo que lhe resta, como um fio de esperança que surge em seu futuro tão incerto.
PROCURA-SE UM AMOR:
Miles tem sua vida estabilizada em Indiana — considerando todos os fatos que o fizeram se mudar para essa cidade —, porém ele se vê preso à novos começos quando é obrigado a voltar para sua cidade natal: Nova York.
Contrariando todas as expectativas, Miles reencontra Ariane, por quem tinha uma queda desde criança. Ao saber que ela tem seus dias contados, ele decide arriscar tudo o que tem para ajudá-la. Ou pelo menos tentar.


Procura-se na verdade são dois livros em um: Procura-se Um Coração, onde é contado a história da Ariane; e Procura-se Um Amor, contando a história sob o ponto de vista do Miles.

Em Procura-se Um Coração, Ariane é uma adolescente com pouco tempo de vida. Desde criança ela descobriu ter a doença arterial coronariana (que curiosamente lembra o nome dela, fico pensando se não foi algo proposta da autora). Tudo que ela mais quer é que sua vida mude um pouco, poder aproveitar mais, não quer apenas sobreviver a doença.


Logo em seguida ela conhece Miles, um garoto que voltou a estudar na mesma escola que ela, e Callie, sua melhor amiga, insiste em querer apresentá-lo a ela a todo custo. Em uma de suas crises com dor no peito enquanto está na escola, Miles a ajuda a alcançar o Salvador, o remédio que a ajuda nesses momentos terríveis. A partir daí eles se aproximam, por mais que Ariane tente evitar isso.


As dores no peito pioram, então ela resolve ir ao médico por conta própria, e os exames apontam que ela precisa de um transplante de coração, mas ela decide guardar isso de todos, não conta nem pro seu pai, que vive preocupado com ela. Ela tenta agir como se a doença não fosse grandes coisas, e tenta seguir em frente mesmo sabendo que não resta muito tempo. Mas ao se aproximar de Miles, ele vai derrubando as barreiras dela e mostrando que ela precisa lutar por si mesma.

Em Procura-se Um Amor, vemos a mesma história, só que contada pelo ponto de vista de Miles. Eu achei um pouco repetitivo, mas é bem necessário já que no final desta história vemos uma explicação melhor para o que vimos no final de Procura-se Um Coração.


É uma boa história, daquelas pra ler numa tarde e se entreter por horas, já que a escrita é totalmente viciante e bem fácil. Os personagens são bem construídos, até os secundários, e faz o leitor se importar com eles e torcer pra tudo dá certo no final.

Sempre tive curiosidade de ler esse livro, e ainda bem que li, pois traz uma mensagem muito linda de que devemos nos manter fortes e lutar por nós mesmos, por mais difícil que seja. Recomendo muito essa história emocionante!




QUOTES:

"Agora eu sabia e não ia me deixar levar por uma simples doença. Eu tinha pelo que lutar agora."

"Pessoas choram não porque são fracas, choram porque vêm sendo fortes por muito tempo."

"Procurei por um coração, mas encontrei você."

4 comentários:

  1. Preciso ser sincera, passei muita raiva com esse livro.
    Na época, eu li quando era apenas um livro: Procura-se.
    Fiquei muito incomodada foram criadas situações desnecessárias e o final foi AAAAAAAAA não acredito que você fez isso? Qual o sentido?
    Mas agora ela dividiu em dois, e acho que pode ter melhorado.
    Gostei muito das capas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol!
    Fiquei apaixonada pela capa e claro, pela história, eu não conhecia ainda, vou ficar na torcida pra que surja uma oportunidade em breve pra ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. As capas do livro pode até serem bonitas e o modelo vira vira também é bastante interessante mas não foi o livro que conseguiu me agradar é como uma garota do comentário acima falou o livro tem cenas desnecessárias e diálogos infantis realmente não foi uma boa leitura para mim

    ResponderExcluir