[RESENHA] A Linha de Rumo, de Giulia Santana

novembro 26, 2018

Título: A Linha de Rumo
Autor(a): Giulia Santana
Editora: Independente
Páginas: 355
Gênero: romance, drama
adicione ao skoob // compre aqui

SINOPSE:
Dramas familiares são a especialidade de Leigh e Marlena, e elas sempre os enfrentaram juntas. O fato de terem crescido em uma família dividida fez com que as primas encontrassem uma na outra alguns sentimentos que faltavam na família, principalmente o amor, proteção e o perdão incondicional.Quando Marlena sofre um acidente, exames revelam que ela e Leigh foram trocadas na maternidade. Agora, Leigh precisa navegar pela nova realidade, sozinha pela primeira vez, enquanto espera a recuperação da melhor amiga. Conforme os dias se passam, dentro de uma sala de espera insípida de hospital, Leigh precisa se encontrar e redescobrir a si mesma enquanto reflete sobre o poder das escolhas e circunstâncias sobre o seu destino.

Leigh e Marlena são primas e melhores amigas, enfrentam tudo na vida juntas, inclusive o fato de viverem numa família completamente dividida, elas são a cola que une essa família. E depois que Marlena sofre um acidente a caminho pra casa de Leigh, essa família vai ter que aprender a conviverem juntos, pelo bem de Marlena, e sem contar o fato de que, ao fazer exames – por causa do acidente –, eles descobrem que as primas foram trocadas na maternidade.

Depois dessa revelação, que ninguém sabe como lidar muito bem, contudo diante do coma de Marlena, Leigh finalmente descobriu os detalhes da briga da família, que pelo menos estão se respeitando, dada a situação. Ela descobre segredos que seus pais guardaram dela, que desencadeou anos e anos de nenhuma das partes envolvidas pedirem desculpa.


Leigh é a que mais está sofrendo com isso tudo, pois não tem sua melhor amiga pra dividir e enfrentar todos esses problemas e dramas familiares. O que a mantém forte são as pessoas ao seu redor: Iris, uma amiga que aparece sempre pra dar apoio; Lucy, sua prima que decidiu faltar à faculdade por um tempo pra dar o apoio necessário; os funcionários do hospital; e, claro, seus pais. A única parte que falta é o namorado da Marlena que simplesmente não entrou em contato pra saber como a namorada estava.

Isso desencadeia novos acontecimentos, que tem a ver com a motorista que dirigia bêbada quando atingiu Marlena, e junto com Iris, Leigh vai tentar descobrir o que aconteceu naquela noite e como Romeu, namorado de Marlena, está ligado a isso.


Desde o início eu sabia que não estava lendo um livro qualquer, eu já pressentia que seria um livro que me marcaria muito, e eu não estava errada. A Linha de Rumo é um daqueles livros que te faz mergulhar completamente na trama e esquecer todo o resto. Foi lindo demais acompanhar a amizade de Leigh e Marlena, ver o carinho que uma sente pela outra, seja pelos pensamentos de Leigh, seja através de flashbacks em que vemos essa amizade verdadeira ser construída. Muito além disso, também vemos Leigh reencontrar a si mesma, e fiquei muito feliz já que me identifiquei tanto com ela.

É importante frisar que é uma história intensa, por se tratar de problemas familiares, aborto espontâneo, abuso doméstico, entre outros assuntos que podem ser um gatilho pra quem já passou ou está passando por alguma situação parecida. Mas se você não tiver nenhum problema com isso, eu recomendo muito essa história emocionante e forte sobre amor, perdão e amizade.


QUOTE:

"Foi quando eu percebi que as pessoas têm a mania de medir seus sofrimentos. Elas transformam seus problemas em uma competição emocional, onde a dor própria é sempre superior à do outro."

6 comentários:

  1. Que resenha linda!
    Tem uma premissa muito original e convidativa; gosto de histórias que abordam as relações familiares.
    Leigh parece ser uma boa personagem, sinto que vou simpatizar com ela.
    O quote é muito bom, concordo com ele.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol!
    Nossa não tinha conhecimento desse livro, por se tratar de temas tão fortes e intensos, já me prendeu atenção.
    Gostaria mto de m dia conseguir ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Gosto de livros que abordam temas intensos de uma forma tão impactante porém Sutil esse livro tem cara de ser um daqueles que vai me fazer me acabar de tanto chorar quando finalizar a leitura

    ResponderExcluir