[RESENHA] Uma Coisa Absolutamente Fantástica, de Hank Green

outubro 29, 2018

Título: Uma Coisa Absolutamente Fantástica (An Absolutely Remakable Thing)
Autor(a): Hank Green
Editora: Seguinte // livro recebido em parceria com a editora
Páginas: 384
Gênero: ficção, jovem adulto
adicione ao skoob // compre aqui

SINOPSE:
Em seu aguardado livro de estreia, Hank Green traz a história original e envolvente de uma jovem que se torna uma celebridade sem querer — mas logo se vê no centro de um mistério muito maior do que poderia imaginar.
Enquanto volta para casa depois de trabalhar até de madrugada, a jovem April May esbarra numa escultura gigante. Impressionada com sua aparência — uma espécie de robô de três metros de altura —, April chama seu amigo Andy para gravar um vídeo sobre a aparição e postar no YouTube. No dia seguinte, a garota acorda e descobre que há esculturas idênticas em dezenas de cidades pelo mundo, sem que ninguém saiba como foram parar lá. Por ter sido o primeiro registro, o vídeo de April viraliza e ela se vê sob os holofotes da mídia mundial.
Agora, April terá de lidar com os impactos da fama em seus relacionamentos, em sua segurança, e em sua própria identidade. Tudo isso enquanto tenta descobrir o que são essas esculturas — e o que querem de nós.
Divertida e envolvente, essa história trata de temas muito relevantes nos dias atuais: como lidamos com o medo e o desconhecido e, principalmente, como as redes sociais estão mudando conceitos como fama, retórica e radicalização.

April May é uma designer que mora em Nova York, trabalha numa start-up apenas por dinheiro, pra conseguir se manter na cidade que nunca dorme e não precisar voltar para casa dos pais.



Em uma madrugada em que ela está voltando pra casa do trabalho, encontra uma escultura enorme de um robô no meio de Manhattan, que apelida carinhosamente de Carl. Então ela chama seu amigo Andy pra gravarem um vídeo sobre o tal robô e jogam na internet. O que não sabiam era que outras pessoas encontraram o mesmo robô ao redor do mundo, mas como o vídeo de April foi o primeiro a noticiar esse evento estranho, ela vê sua vida mudar completamente pelo vídeo ter viralizado.



Ninguém consegue descobrir de onde vieram os tais robôs, apesar de haver muitas teorias que seria uma campanha publicitária de algum filme novo ou videogame. Nem câmeras de segurança conseguiram captar o aparecimento das esculturas, a não ser que toca "Don't Stop Me Now" da banda Queen no momento em que os robôs aparecem. E a história fica mais maluca ainda quando April e seus amigos procuram sobre a música do Queen no Wikipédia e encontram erros de digitação, e quando tentam concertar, aparecem mais outros erros de digitação.



Com a fama de April aumentando, ela contrata uma agência pra gerenciar sua carreira. Nada é mais o mesmo, ela termina o namoro com Maya, muda para um apartamento que fica mais perto do Carl Nova York e ela vê seu número de seguidores nas redes sociais aumentar todos os dias. E o mistério acerca de Carl continua, e April, Andy e uma cientista que eles fazem amizade, Miranda, criam teorias e fazem experimentos pra descobrir de onde o robô vem, e tantas coisas estranhas acontecem que o mais provável é que seja alienígena. Enquanto isso, April tem que decidir a melhor forma de usar sua plataforma, como usá-la de forma positiva, ao mesmo tempo que aproveita para monetizar o canal.



April é uma pessoa real. Podemos ver como ela tenta fazer a coisa certa, apesar de nem sempre conseguir, foi muito fácil me identificar com ela. Por ela ter sido a primeira a descobrir o Carl, ela quer ser sempre a que está a frente dos mistérios, e se frustra quando fica atrasada. Ela me irritava muito por tentar fazer tudo sozinha, quando, claramente, era impossível resolver tudo aquilo que estava acontecendo sozinha.

O livro mostra as consequências da fama, como as redes sociais afetam nossa percepção e como a retórica inflamada de ódio e a radicalização pode causar tanto estrago. É impossível não perceber a semelhança das situações do livro com o que tem acontecido ultimamente no nosso país.



Foi muito bom ler um livro em que eu não fazia ideia do que esperar! Foi um livro bem diferente de tudo que já li e com uma proposta ousada e original, nos mostrando o melhor e o pior na humanidade, e todo o desenvolvimento foi muito bem feito pelo Hank, que aparentemente tem o mesmo talento de seu irmão John Green pra escrever bons livros. Recomendo muito, virou um dos meus livros favoritos!

Participe do top comentarista de novembro!


QUOTES:

"O poder que cada um de nós tem de fazer com que completos desconhecidos se sintam mal, assustados e fracos é impressionante."

"Quando nos deparamos com algo que não compreendemos, acho que a coisa mais natural a fazer é temer. Mas também é a menos interessante."

33 comentários:

  1. Acho a capa muito bonita!
    Mas não sinto que seja uma história que vá me agradar, parece que é tranquila e nos permite refletir.
    Quem sabe um dia eu pense em ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Wow, não conhecia o livro e nem tinha ouvido falar da história. Fiquei muito curiosa diante os relatos que fez de sua experiência com a leitura e os quotes. Tenho andando nessa de sair da minha zona de conforto e esse me parece um ótimo livro para me aventurar.
    Beijos.

    Além das Páginas.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol!
    Sempre vejo pessoas elogiando este livro e fico cada dia mais curiosa sobre o final da história dele. Parece algo muito original mesmo, nunca eu conseguiria imaginar uma relação entre robôs, vídeos no Youtube e a música do Queen. hahaha Achei a proposta muito atual com essa ideia de formas de observar a fama e a ideia da retórica que expressa ódio. Espero poder ler esse livro logo. Ótima resenha! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Vi esse livro esses dias e fiquei bem curiosa. As edições da editora Seguinte estão arrasando e acho que o tema é tão atual e muito importante de ser retratado.
    Mesmo com uma premissa mais leve e dinâmica fiquei com a impressão de uma história que traz muito mais que a sinopse revela e nos leva a boas reflexões.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, achei interessante a ideia do livro de relatar um problema que está tão em alta ultimamente. beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Carol!
    Acho que leria o livro por curiosidade em conhecer a escrita do autor, a história não em prendeu mto, talvez lendo e conhecendo mais á fundo, eu goste, vou add nos desejados e qdo surgir uma oportunidade quero ler sim.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Eu achei a história do livro interessante e espero gostar muito desse livro de estreia do autor mas essa capa não favoreceu muito e passou pouco do que realmente a história aborda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah que pena que não gostou tanto da capa, mas te garanto que a história é incrível!

      bjs

      Excluir
  8. Não conhecia o livro nem o autor, mas achei a premissa da história diferente mesmo e parece trazer uma ótima reflexão sobre a sociedade, algo que prezo muito em minhas leituras.
    Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  9. Oieeee, tudo bem?
    Eu estou com esse livro na fila de próximas leituras e estou bem animada para ler, espero gostar tanto quanto você. Adorei conferir a sua resenha e ver um pouco mais sobre o que esperar da leitura, pelo que você falou eu imagino que vá ser uma ótima experiência para mim também.

    ResponderExcluir
  10. Confesso que comecei o livro e abandonei assim que ela encontra o robo e liga para o amigo. A narrativa não me prendeu, mas agora que nos apresentou a premissa do livro sei que devo dar uma chance e descobrir o que tem de tão diferente nessa obra. O fato dele retratar o momento em que vivemos nas redes sociais só agrega valores a leitura e por ter se tornado o seu favorito merece uma segunda chance.

    Beijos
    https://acabinedeleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa, que pena! mas com certeza dê uma outra chance!

      bjs

      Excluir
  11. Olá, Carol!

    Eu jamais me interessaria por esse livro por conta da capa, mas desde que ouvi falar dele pela primeira vez e soube dessa questão dele abordar temas tão atuais, como discursos de ódio, fiquei com vontade de ler. Confesso que histórias que são tão "modernas", trazendo como protagonistas youtubers ou blogueiros não costuma chamar tanto a minha atenção. Prefiro um livro epistolar do que um livro cheio de tecnologias.rsrs Mas os assuntos importantes abordados me farão abrir uma exceção. Sem contar a curiosidade sobre as tais esculturas.

    ResponderExcluir
  12. Quanta foto linda em um post só, parabéns! Eu acho muito bacana a proposta de critica desse livro, de verdade, principalmente sobre o uso e exposiçao na internet, com certeza é uma leitura que vale a pena.

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse livro, mas pela sinopse e claro pela sua resenha, eu pude ver que não é um livro que de certa forma me agradaria... Sei lá, parece faltar algo para que sirva de ápice, e no momento não é isso que estou esperando...

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Estou fazendo a leitura do livro, e ainda não sei o que esperar da história.
    É a primeira resenha que leio da trama, e agora tenho uma ideia do que esperar da leitura. Vamos ver se vou gostar desse livro.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, também não sabia o que esperar! espero que goste :D

      bjs

      Excluir
  15. Olá, eu tenho esse livro e estou bem animada para ler ele, ainda que eu também não soubesse muito bem o que esperar até ler a sua e outras resenhas. Bom saber que a personagem nos traz essa identificação. Fico ainda mais animada para ler sabendo que você curtiu.

    ResponderExcluir
  16. Já tinha visto esse livro e fiquei bem curioso para saber mais da sua história, ele instigou demais minha curiosidade. Anotada a dica.

    ResponderExcluir
  17. Olá amore,

    Primeiro gostaria de elogiar sua resenha e as fotos muito bem feitas, parabéns!
    Parece se tratar de uma história maravilhosa, dica anotadíssima - um assunto tão atual tratado de uma maneira bem gostosa.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  18. Oi oi querida,
    Eu sempre via esse livro nas redes sociais, mas sempre deixei passar porque pensava que era de auto-ajuda (da pra acreditar?). Fiquei tão curiosa para conhecer a obra que acabei de baixar o livro na amazon, e em breve começo a leitura. Não sabia que o livro era tão intrigante e envolvente. Espero gostar tanto quanto você gostou (quero saber sobre esse mistério que envolve os robôs ♥ )

    P.s suas fotos ficaram realmente lindas.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  19. Oii.
    Bom saber que você gostou dessa história, me deixa ainda mais animada para lê-la. Recebi da editora, mas ainda não comecei, a correria de fim de ano quade não sobrou tempo para leituras.
    Amei o post.
    Abraços, Mary.

    ResponderExcluir