OS MELHORES LIVROS INFANTO-JUVENIS PARA SE LER NO DIA DAS CRIANÇAS

outubro 09, 2018

Como todos sabem nesta sexta comemoramos o dia das crianças, e qual presente melhor do que incentivar a leitura dos pequenos de uma forma descontraída? Saindo um pouco daquele paradigma de livros curtos e básicos. Hoje em dia têm muitos livros infanto-juvenis que ajudam a instigar a imaginação da garotada e ainda tirar alguns suspiros dos adultos!



No post de hoje mostrarei alguns livros infanto-juvenis que ajudarão a criar ou continuar o gosto pela leitura da criançada!

1. Saga Harry Potter: Quem nunca se imaginou embarcando no expresso de Hogwarts quando era criança, andando em um carro voador e conhecer o beco diagonal? Aposto que todos nós! E o que melhor para instigar a imaginação que o universo extraordinário criado pela J.K. Rowling? Nesta série acompanhamos as aventuras de um menino que, ao fazer 11 anos, descobre que vai para a escola de magia e bruxaria de Hogwarts e, a partir daí, começam suas desventuras em busca de descobrir qual o seu papel no mundo bruxo, levando em conta que sempre viveu entre os não-mágicos (trouxas). E essa versão ilustrada criada por Jim Kay é ainda melhor para uma boa leitura numa tarde com as crianças! Então nem percam tempo e aproveitem a história.

2. Percy Jackson e os olimpianos: A saga Percy Jackson conta a história de um garoto que aos 12 anos descobre que é filho de Poseidon, o Deus do oceano e acaba embarcando no acampamento meio sangue. Nesta trama o autor mistura as mitologias gregas com o século XXI, com os deuses ainda vivos e se apaixonando por humanos, criando semideuses, como os heróis da Grécia antiga. Outra história que promete prender a atenção dos pequenos e instigar a curiosidade sobre a mitologia grega.

3. O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares:  A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas. Apesar das fotografias que podem ser um pouco assustadoras, a história é bastante descontraída e foca bastante nas diferenças existentes entre as crianças, vale a pena dar uma chance a ela!

4. Alice no país das maravilhas: O livro reúne Aventuras de Alice no País das Maravilhas e sua continuação, Através do espelho e o que Alice encontrou por lá, obras-primas de Lewis Carroll. Quem não lembra da história da pequena Alice que segue um coelho e acaba no país das maravilhas? Com vários personagens atrativos em um universo que nos fazem questionar não só a vida adulta, mas a tomada de decisões e em como temos que ser objetivos no que fazemos. Além de ter vontade e opinião própria. Nessa transição entre criança e adolescência, histórias assim são imprescindíveis para construir o caráter do ser humano!


5. As crônicas de Narnia: Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é 'O leão, a feiticeira e o guarda-roupa', escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí. Seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como 'As crônicas de Narnia. Nos últimos cinquenta anos, 'As crônicas de Narnia' transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Cada um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é um mundo ficcional que tem fascinado gerações. Esta edição apresenta todas as sete crônicas integralmente, num único volume.

6. Diário de um banana: Tenho um carinho muito grande por esse livro porque foi um dos poucos livros que eu li na infância e eu ficava ansioso para saber o que aconteceria na página seguinte e na seguinte, lembro que li uns 3 livros da série na época e gostava bastante, uma aposta muito boa para as crianças iniciantes na leitura ao mesmo tempo que mostra um lado improvável de quem elas são, o convívio com os outros, as artimanhas de determinados grupos na escola e como você se auto desenvolver nesse aspecto. Eu indico bastante essa história.

7. Minha vida fora de série: Uma trama que traz a tona as dificuldades de mudar de cidade e lidar com isso na adolescência pode ser perturbador e desorientador, sendo que faz uma reflexão sobre como se enquadrar em um grupo e como isso pode ser bom e ruim. É difícil ser a garota nova na cidade, mas nesse ponto ela pode ser quem ela quiser, ser alguém diferente e mostrar ao mundo quem é! Então, neste dia das crianças, conheçam a história de Priscila!

8. Fazendo meu filme: Fazendo meu filme é um livro encantador, daqueles que lemos compulsivamente e, quando terminamos, sentimos saudade. Não há como não se envolver com Fani, suas descobertas e seus anseios, típicos da adolescência. Uma história bem-humorada e divertida que conquista o leitor a cada página.
Seja a relação com a família, consigo mesma e com o mundo; seja a convivência com as amigas, na escola e nas festas; seja a relação com seu melhor amigo e confidente. Tudo muda na vida de Estefânia quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.
É sobre isto que trata este livro: o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. As melhores cenas da vida de Fani podem ainda estar por vir.

9. Ilha dos dissidentes: SER LEVADA PARA uma cidade especial não estava nos planos de Sybil. Tudo o que ela mais queria era sair de Kali, zona paupérrima da guerra entre a União e o Império do Sol, e não precisar entrar para o exército. Mas ela nunca imaginou que pudesse ser um dos anômalos, um grupo especial de pessoas com mutações genéticas que os fazia ter habilidades sobre-humanas inacreditáveis. Como única sobrevivente de um naufrágio, ela agora irá se juntar a uma família adotiva na maior cidade de mutantes do continente e precisará se adaptar a uma nova realidade. E logo aprenderá que ser diferente pode ser ainda mais difícil que viver em um mundo em guerra.


10. Garotos de Lugar Nenhum: Já imaginou retornar para casa depois de uma excursão da escola e descobrir que ninguém se lembra de você? Que sua existência simplesmente foi apagada, como se você nunca tivesse nascido? Parece um pesadelo, mas é o que acontece com Felix, Andy, Sam e Jake em Garotos de lugar nenhum, versão em romance da primeira temporada do famoso seriado de TV australiano Nowhere boys. Depois de passarem uma assustadora noite de tempestade perdidos na floresta durante o que seria um passeio rotineiro a um parque nacional da região, os meninos finalmente conseguem retornar para casa. Mas, estranhamente, ninguém os reconhece, nem mesmo seus familiares. Presos em um universo paralelo onde eles não existem para o mundo a sua volta, os quatro tentam entender o que aconteceu quando percebem que uma força das trevas está à solta. E precisam lutar para restaurar as coisas, antes que ela os destrua de uma vez por todas.

11. O guia do mochileiro das galáxias: Segundos antes de a Terra ser destruída para dar lugar a uma via expressa interespacial, Arthur Dent é salvo por Ford Prefect, um E.T. que fazia pesquisa de campo para a nova edição de O Guia do Mochileiro das Galáxias. Pegando carona numa nave alienígena, os dois dão início a uma alucinante viagem pelo tempo e pelo espaço. Uma história intergaláctica que promete fazer as crianças viajarem para outra dimensão e se aventurarem junto com os mochileiros! Uma boa aposta para o dia das crianças.

12. Diário de uma garota nada popular: Nikki, de 14 anos, ganhou uma bolsa de estudos para uma escola particular de prestígio. Sua angústia ao lidar com as meninas malvadas do colégio, a relação com seus pais, sua paixão pelo bonitão da escola e as novas amizades que faz são assuntos registrados em seu diário, ao lado de inúmeros desenhos que ela mesma faz de sua vida. Direcionado principalmente para meninas adolescentes, Diário de uma garota nada popular pode ser considerado uma versão feminina de Diário de um banana.


Quando foi a última vez que vocês viram uma criança lendo? Ou que leram para uma criança ao invés de deixá-las a esmo com a tecnologia atual? A leitura engrandece a alma e, para os pequenos, enriquecem a criatividade e amadurece, aos poucos, a interpretação não só de texto, mas da vida! Espero que neste dia das crianças, vocês aproveitem bastante com as crianças que têm ao redor!
E então, o que acharam? Alguma outra sugestão de livros infanto-juvenis? 

3 comentários:

  1. Amei as dicas!
    Vontade de reler Percy Jackson.

    ResponderExcluir
  2. Oi, amei a postagem, ainda não tive a sorte de conseguir ler Harry Potter infelizmente :(
    Amo Alice no país das maravilhas <3
    Minha vida fora de série só falta o último para ler, fazendo meu filme até então só li o primeiro, mas gosto muito dos livros da Paula pimenta <3
    Lembro de quando eu tinha 12/13 anos e tudo o que eu fazia era ficar grudada nos livros "diário de uma garota nada popular" eu amava.

    Beijos!!
    https://sentimentos-de--uma-garota--bipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amei o post! Eu sou fã de Harry Potter, adoro a história. Já li o orfanato da sengorita peregrine para crianças peculiares também, mas ainda preciso ler as continuações. Minha vida fora de série, Nárnia e Percy Jackson estão na minha listinha a muito tempo, mas ainda não tive oportunidade de ler ❤️

    ResponderExcluir