As Melhores Crianças dos Livros

outubro 08, 2018



O dia das crianças está se aproximando, e resolvi fazer esse post falando das crianças mais legais dos livros. Confira!

A Incendiária, de Stephen King
SINOPSE:
Uma criança com o poder mais extraordinário e incontrolável de todos os tempos. Um poder capaz de destruir o mundo. Após anos esgotado no Brasil, A Incendiária volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial com capa dura e conteúdo extra. No livro, Andy e Vicky eram apenas universitários precisando de uma grana extra quando se voluntariaram para um experimento científico comandado por uma organização governamental clandestina conhecida como “a Oficina”. As consequências foram o surgimento de estranhos poderes psíquicos — que tomaram efeitos ainda mais perigosos quando os dois se apaixonaram e tiveram uma filha. Desde pequena, Charlie demonstra ter herdado um poder absoluto e incontrolável. Pirocinética, a garota é capaz de criar fogo com a mente. Agora o governo está à caça da garotinha, tentando capturála e utilizar seu poder como arma militar. Impotentes e cada vez mais acuados, pai e filha percorrem o país em uma fuga desesperada, e percebem que o poder de Charlie pode ser sua única chance de escapar.

Charlie é uma garotinha muito especial e poderosa, graças a experimentos da Oficina (e você pode ler nossa resenha aqui pra conhecer a história). Apesar de tudo que ela tem passado ao fugir dos agentes da Oficina, ter pedido a mãe tão novinha, ela ainda é um doce de criança, que obedece e protege o pai em seus momentos difíceis.

A Guerra que Salvou a Minha Vida, de Kimberly Bradley
SINOPSE:
Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.
Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.
Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.
Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios.

Ada é uma menina muito sofrida também, maltratada e mantida presa em casa pela mãe por toda sua vida por causa de seu pé torto, até que ela tem a chance de recomeçar junto com seu irmão no interior, fugindo de Londres e do possível bombardeio de Hitler. Ela tem o maior carinho pelo irmão, quer protegê-lo a todo custo e às vezes esquece até de cuidar de si mesma. É uma história linda e emocionante, a história de sua vida.

A Cor de Coraline, de Alexandre Rampazo
SINOPSE:
Quantas cores cabem na pergunta “Me empresta o lápis cor de pele?”. Em A cor de Coraline, o ilustrador, designer gráfico e escritor Alexandre Rampazo passeia pelas inúmeras possibilidades contidas numa caixa de lápis de cor e na imaginação infantil a partir da pergunta de um colega para a pequena Coraline, e mostra que o mundo é mais colorido – e diverso – do que nos acostumamos a pensar. Com texto curto e bem-humorado e ilustrações graciosas, o livro aborda o tema da diversidade de forma lúdica para os pequenos. A quarta-capa é assinada pelo premiado escritor Ignácio de Loyola Brandão.

Coralina é uma menina muito esperta que nos ensina que o mundo é mais diverso e colorido, e é mais bonito assim! Leia a resenha aqui.

Todos de Pé para Perry Cook, de Leslie Connor
SINOPSE:
Perry Cook, aos 11 anos, só conheceu uma casa: o Instituto Penal Misto Blue River. Mas apesar de ter nascido e sido criado em uma penitenciária, ele não deseja viver em nenhum outro lugar; lá ele tem a mãe, a benevolente diretora e um grupo de prisioneiros divertidos e bondosos que lhe ensinam lições valiosas todos os dias. Quando, porém, o novo promotor descobre a permanência irregular de Perry em Blue River, ele resolve libertar o menino, mesmo contra a vontade dele. Em sua jornada para se reunir com a mãe, Perry vai mergulhar não só em uma investigação sobre o crime que a levou à prisão mas também em uma jornada emocionante e divertida, perfeita para fãs de Extraordinário e O menino do pijama listrado.

Perry Cook é meu xodózinho. Apesar do ambiente em que cresceu, a prisão, ele é uma criança doce e fará de tudo pra ajudar sua mãe quando são separados! Leia nossa resenha aqui e saiba mais.

O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, de Ransom Riggs
SINOPSE:
Milhões de cópias vendidas em todo o mundo! Traduzido para mais de 40 idiomas! Eleito uma das 100 obras mais importantes da literatura jovem de todos os tempos Tudo está à espera para ser descoberto em "O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares", um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas. “Mesmo sem as fotos, esta seria uma história emocionante, mas as imagens dão um irresistível toque de mistério. A narração em primeira pessoa é autêntica, engraçada e comovente.

As crianças do Orfanato da Srta. Peregrine são todas tão incríveis e unidas, e passam por muitas aventuras juntas, e essa perseverança das crianças nos ensina a nunca desistir!


Tenha a chance de ganhar o livro Virando Amor participando do Top Comentarista desse mês!

Já leu algum desses livros? Que criança faltou eu falar no post?

11 comentários:

  1. O único que eu li desses foi A guerra que salvou minha vida. Ada é uma personagem apaixonante.
    Livros com crianças são irresistíveis, eu colocaria Pollyanna (Pollyanna) e Early (Em algum lugar nas estrelas). Também não podemos nos esquecer de Extraordinário.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, amei a postagem, sou doida para ler todos de pé para Perry Cook <3 parece ser muito amorzinho, e a guerra que salvou a minha vida também, ele tá parado na minha estante a um tempo.

    Beijos!!
    https://sentimentos-de--uma-garota--bipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol! :D
    Gostei muito do post, pois adoro histórias que envolvem crianças e adolescentes. "A Cor de Coraline" e "O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares" já estão na minha lista dos que quero muito ler. Nunca tinha visto esse "Todos de Pé para Perry Cook", mas a premissa já me encantou também, pois achei muito original essa ideia da penitenciária. Obrigada pelas sugestões de leitura. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post! o único desses que li foi O Orfanato da Senhorita Peregrine para Crianças Peculiares. Inclusive, amo esse título kkkk

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carol. Tudo bem?
    Eu já li A Incendiária e achei bem legal você indicar a Charlie neste post. Eu estou com o livro do Orfanato aqui há meses e ainda não tive tempo de iniciar a leitura, mas espero conseguir ler pelo menos esse primeiro volume ainda esse ano. Os outros livros eu não conhecia e achei bem interessante, vou dar uma pesquisada sobre eles.

    ResponderExcluir
  6. O! Que post mais lindo! Eu amo a Ada, fiquei encantada com a pureza e inocência e bondade que ela continuava a mostrar mesmo com tantas coisas ruins acontecendo com ela. Perry Cook é outro fofo, que me fez derramar umas boas lágrimas.. Amei o post!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nenhum desses livros, mas estou com A guerra que salvou a minha vida, Todos de pé para Perry Cook e O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares na minha estante e não vejo a hora de ler todos eles! ♥ Fiquei curiosa para conhecer a garotinha de A incendiária. :O
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu não tive a oportunidade de conhecer nenhum dos livros mencionados e confesso que os dois que quero muito ler são: A Incendiária (mas tenho medo, pois o autor é um mestre do terror e sinto pavor desse gênero) e A Guerra que Salvou a Minha Vida (que eu me emociono só em ler as resenhas e sei que vou chorar horrores com essa história).

    Confesso que sinto medo do livro O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares.kkkkkkk... Sim, sinto muito medo e por isso nunca comprei o livro nem em promoção. Ele tem um ar sombrio que me assusta. Mas comprei da autora Contos Peculiares, que tem uma capa dura linda e uma folha de guarda que me encanta. O livro inteiro é uma obra de arte e por isso comprei.rsrs Criando coragem para ler.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carol.
    Adorei a postagem.
    Dessa lista só li os livros da série Crianças Peculiares e sou muito fã! Não vejo a hora de ler o livro novo!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?
    Adorei a lista! Dessas crianças eu só conheço a Charlie e a Ada e elas são realmente incríveis! É impossível ler os dois livros e não se apaixonar por elas e pela força que apresentam. Quanto a Perry Cook, bem, eu preciso conhecê-lo! Sou louca para ler este livro ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Carol,
    Amei a sua proposta! Gosto muito de livros infanto-juvenis ou quando a história é narrada sob o ponto de vista de uma criança. Gostei bastante de O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, mas as crianças não me envolveram tanto para o livro merecer um lugar na minha lista. Quero muito ler A Guerra que Salvou a Minha Vida. Tenho, mas ainda não li. Não conheço os outros que você indicou.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir