TOP 10 LIVROS PARA SE LER NO DIA DOS NAMORADOS

junho 12, 2018



Vocês também conseguem sentir esse amor no ar, hoje? Sério, para onde eu olho eu vejo casais apaixonados, pessoas demonstrando todo tipo de afeto, amor, gratidão. Todos têm um momento em que encontram sua cara metade, não é? Eu acho isso tão fofo, principalmente no dia dos namorados do século XXI, é bom ver que em meio a tantas desavenças, o amor predomina no coração de cada pessoa, cada alma viva... cada leitor!
É por isso que no post de hoje eu separei uma lista com os romances mais clichés que vocês poderiam querer num dia como este!!!


1. Virando Amor:  Mudar bruscamente de cidade e passar a frequentar um novo colégio é complicado quando se é adolescente. Ainda mais quando é preciso alimentar um namoro a distância, algo muito desgastante. Priscila tem apenas 16 anos e tem de aprender a lidar com esses sentimentos, e começa a perceber que somente amar alguém não é suficiente para manter um relacionamento.
No entanto, no momento em que se vê perdida e sem ação, ela se dá conta de que a vida em uma cidade grande não é tão ruim e que um novo amor pode surgir diante de tantas descobertas.
Um livro da Isadora Ferreira que promete muitas surpresas e emoções no decorrer da história, e quem adquirir o livro diretamente com ela, ainda recebe ele autografado!!!




2. Simplesmente Acontece: Quem nunca teve um amor de infância? Quando ainda nem sabiam o que era amar alguém romanticamente? Amigos de infância? Melhores amigos? Possíveis namorados? É isso que promete o livro Simplesmente Acontece! Você embarca num romance cheio de reviravoltas entre Alex Stewart e Rosie Dunne que desde sempre não sabem que se amam e então tentam procurar nos outros aquele possível amor que talvez tenham entre si. Eu, particularmente, amo demais esse livro e a forma como ele é contado, através de cartas trocadas por todos os personagens participantes! É uma ótima pedida para aqueles que tem um amor bem ao seu lado e talvez não saibam! Leia nossa resenha aqui.




3. Todo Dia: Esse livro é para aqueles que gostam de um pouco de romance e fantasia misturado! Já pensou você acordar todo dia num corpo diferente? Sem saber exatamente quem você vai ser amanhã e o que o destino te reserva para hoje? E o que acontece se nesse meio tempo você se apaixona? Todo dia num corpo diferente amando a mesma garota, e a mesma garota todo dia se apaixonando por alguém que acorda num corpo diferente! Uma história de amor que nos faz refletir sobre como é amar e a forma como isso pode interferir diretamente em questões sociais como sexualidade, racismo, religião. Um livro que nos mostra que o amor é capaz de tudo e vence tudo! Em breve tem resenha deles para vocês aqui no blog!




4. Perdida: Assim como diz o título do livro "um amor que ultrapassa as barreiras do tempo". Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo e lindo Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...
Como se sentiriam se acordassem em um século totalmente diferente e começassem a viver um romance épico? O amor é capaz de tudo mesmo, viu?

5. Cinquenta Tons de Cinza: Esse é um daqueles livros para quem gosta de um romance mais quente e sensual! Quando Anastásia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos.
Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.

6. A última música: Não poderia deixar de falar do livro do Nicholas Sparks. Escolhi esse livro, especificamente, porque foi um dos romances que mais me fizeram chorar e me senti totalmente preso a história quando li. Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte.
O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida.


7. Simon Vs a Agenda Homosapiens (Com Amor, Simon): Simon é gay, mas está tudo bem com isso, porém sair do armário ainda é uma tarefa que ele prefere deixar para depois! No entanto a história começa a desenrolar quando ele começa a trocar e-mails com um garoto misterioso que se identifica como Blue! Assim que Martin descobre, começa a chantagear Simon com os prints dos e-mails, Então Simon fica encurralado entre ser chantageado, entre estar se apaixonando pelo garoto dos e-mails e descobrir a hora certa para se assumir aos seus pais.
Um romance adolescente, leve, para aqueles que já se apaixonaram por uma mensagem, um gesto, um sentimento. Um amor bem antes da primeira vista.






8. Como eu era antes de você: Eu também não poderia deixar de citar Jojo Moyes no post de hoje! Esse é um daqueles livros que me fizeram chorar litros e querer dar um tapa na cara da autora, dos personagens, de mim mesmo, e de toda a situação que se encontram! Acontece que o livro conta a história de Will, um cara aventureiro que, após um acidente, fica paraplégico, então ele precisa de uma cuidadora para fazer tudo para ele. Alguém que sempre se aventurou pelo mundo, que era independente, e sempre fez tudo o que bem entendia, se vê agora numa cadeira de rodas. É aí que entra Lou. Seu jeito desajeitado, e suas piadas sem graça, foi o que fizeram ela conseguir o emprego de cuidadora do Will. Até que ela descobre que ele está pensando em eutanásia, por isso ela se vê na obrigação de fazer o que for preciso para mostrar que ainda existe uma vida bela no qual ele pode viver. Eles se apaixonam no meio do caminho! Será que o amor consegue alcançar as barreiras da vida e impedir a morte? O amor é capaz de tudo! Então venham se emocionar e chorar com um magnífico livro da tia Jojo!!


9. Se eu ficar: Já pensou você sofrer um acidente de carro onde você perdeu seus pais? Seu irmãozinho está na UTI correndo risco de vida e você precisa decidir, ainda em coma, se fica ou se vai? Após o acidente, Mia precisa descobrir exatamente o que aconteceu no acidente e pensar como vai ser daqui para frente se ela decidir ficar. Enquanto ela pesa em uma balança a perda dos pais, ela também coloca o amor que tem pelo seus avós, e tudo que ela consegue ouvir é a música. Seu amor faz de tudo para continuar ao lado dela e mostrar os motivos que ela tem para ficar. Ela ainda tem seus parentes. ela ainda tem seu namorado, ela ainda tem seus amigos, no entanto ela perdeu sua família, está sem chão, destruída, e ferida. Será que o amor, mais uma vez, se mostrará capaz de qualquer coisa e vai fazê-la voltar?
Um daqueles romances que você não desgruda do livro e quer saber a todo momento o que vai acontecer, vai entendendo tudo o que ela teve no passado e suspira por todas as coisas que ela já fez em vida! O medo corrói suas veias a cada página virada e você se sente na obrigação de ajuda-la a decidir seu destino!


10. Por lugares incríveis: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.
Mais um livro que mostra como o amor pode transformar a forma como você a vida, e encara os diversos problemas recorrentes a fatores externos que você não é capaz de mudar! Leia nossa resenha aqui.



Mas... se por algum motivo em especial você teve que terminar com seu namorado, ou então ainda não encontrou o amor da sua vida e não está numa vibe de romances clichés, separei também alguns livros para ler, justamente aqueles que estão em fase de desilusão ou simplesmente não querem passar o dia dos namorados lendo um romance cliché!

* Textos Cruéis Demais para Serem Lidos Rapidamente: Um livro de poesias curtas que você pode decidir tanto em ler ele rapidamente (se você se acha bastante cruel para isso) ou ir lendo aos poucos. O livro é bem intenso e as poesias deixam claras que apesar de um mundo que não espera, de uma vida que não temos tempo para nada, ainda precisamos de tempo para digerir tudo que acontece com a gente e superar alguma fase ruim que estejamos passando. Mas lembrem-se: vocês não estão sozinhos e esse livro fará vocês despirem a alma de sentimentos e compreensão!










* Não se apega, não: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.
Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.
Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.
Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.

* A sutil arte de ligar o f*da-se: Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço.
Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva - sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o foda-se.
Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.
Para os céticos e os descrentes, mas também para os amantes do gênero, enfim uma abordagem franca e inteligente que vai ajudar você a descobrir o que é realmente importante na sua vida, e f*da-se o resto. Livre-se agora da felicidade maquiada e superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora. Leia nossa resenha aqui.

Esse post faz parte do top comentarista de junho que te dá um vale de R$40. Participe aqui!

E então, vocês estão numa vibe mais romântica ou desapegada? O que pretendem ler nesse dia dos namorados? Contem pra gente!

10 comentários:

  1. Estou totalmente desapegada haha
    Mas acho bonito esse momento "o amor está no ar..."
    Amei a lista, principalmente porque li a maioria desses e amo todos.
    Ainda não li Um dia, e tenho dúvidas se quero ler.
    Mas Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente está na minha lista.
    50 tons não faz meu gênero e nem A arte sutil...
    Simon é uma história fofa!!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente eu terminei de ler recentemente e amei!! logo eu faço uma resenha aqui no blog, dele!!
      A maioria dos livros da lista me encantaram a sua maneira.
      Espero que tenha gostado, bjs

      Excluir
  2. Amei todas essas escolhas!!! Infelizmente "A última música" não me prendeu (assim comos todos os livros do Sparks), mas amo o filme de paixão. Na parte de 'desapego' eu incluiria aí "Outros jeitos de usar a boca" pq traz poemas sobre grandes maneiras de, primeiramente, amar a si mesmo e depois amar os outros - esse livro foi um verdadeiro tapa em minha cara. Ainda não li alguns dessa lista, mas sou bem curiosa pela história de "Por lugares incríveis" e o meu favorito é "Cinquenta Tons de Cinza". Parabéns pelo post ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah obrigado! Eu ainda não li outros jeitos de usar a boca, mas pelo que você descreveu vai ser um tapa na minha cara também!!
      Bjs

      Excluir
  3. Eu sou mais desapegada mesmo rsrs.
    Mas vou falar dos citados tem uns florzinha e outros "cruéis". Eu li "se eu ficar" e quando o livro tava ficando bom acabou (acredita?). Gayle me fez sair correndo procurando a continuação pra voltar a vida normal rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive a mesma impressão com Se eu ficar!! Mas não curti muito a continuação kkk, também estou na fase do desapego

      Excluir
  4. Pois é, é muito bom ver o amor predominando no coração das pessoas em meio a tantas desavenças!
    Eu amo romances clichês, e anotei Todo Dia, gostei bastante da trama e ficarei aguardado a resenha dele aqui no blog. Tenho Perdida mas ainda não li, pretendo conhecer finalmente a história de Sofia e Ian no segundo semestre desse ano...
    Ah, sou encantada por A última música, também chorei, é muito linda e emocionante essa história do Nicholas Sparks! ❤
    Eu amei Se eu ficar, a decisão que a Mia tem que tomar é tão difícil, mas o romance é muito lindo, com certeza essa é uma ótima dica!
    Estou desapegada mas não abro mão dos meus romances clichês rsrs.
    Abraços, amei o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Estou desapegada mas não abro mão dos meus romances clichés" super me identifico com a frase!!
      Todo dia eu adorei a história e logo farei a resenha aqui no blog, fique de olho kk
      Acho tão bonito todo esse lance de amor e o coração mostrando que nada supera ele, mesmo que eu esteja numa fase desapegada.
      Sempre me emociono com histórias de amor.
      Fico feliz que tenha gostado do post, bjs

      Excluir
  5. Dicas excelentes!
    Eu já li Como eu era antes de você e Se eu ficar... amei a leitura e indico tbm, histórias lindas.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. nossa quantoss livros maravilhososs mds
    Ja li desta lista, como eu era antes de voce, simplismente aocntece.
    Como eu era antes de voce e encantador, achei muito triste, ja simplismente acontece achei lindo tambem e super recomendo tambem
    Pretendo ler se eu ficar, todo dia, a ultima musica, virando amor e por lugares incriveis futuramente. Parece ser lindooo ja vi muito comentarios positivos, e seria um desperdiço eu não ler
    Ja vi muitos comentarios bons sobre perdida quem sabe mas pra frente
    Amei o postt, tras mas post relacionado a indicações ( eu amo rsrs)
    Beijos

    ResponderExcluir