Livros que valem a pena ler de novo

junho 18, 2018



Normalmente não gosto de reler livros, pois a vida é curta demais e há muitos livros para serem lidos... mas de vez em quando, bate uma saudade de como uma história te fez sentir, ou você simplesmente tá sem livro pra ler, e você quer reler algum livro. No post de hoje vou mostrar os livros que tenho muita vontade de reler, confiram!


Sinopse:
'outros jeitos de usar a boca' é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.


outros jeitos de usar a boca é daqueles que a gente pega todo dia e para numa página aleatória, e se inspira nas palavras emponderadoras de Rupi Kaur.



Sinopse:
Katherine e Matthew não são um casal comum. Por trás do amor dos dois estão muitas e muitas vidas, repetidas século após século. A cada vez que renascem, a presença deles muda a história para melhor, e embora a paixão entre os dois seja sempre avassaladora, a tragédia também os segue, não importa a época.
Em linhas temporais que vão do século XVIII a um futuro próximo, não tão diferente do nosso presente, Katherine e Matthew sempre se veem sacrificando suas vidas para salvar o mundo. Mas por que eles continuam voltando? Em uma jornada contra o tempo e o destino, Katherine e Matthew precisam desvendar os mistérios que envolvem seu amor antes que seja tarde demais. O que mais eles devem fazer para conseguir viver e amar em paz?
Uma estreia inesquecível, poderosa e épica, Em nossa próxima vida é um romance único, que explora a atemporalidade do primeiro amor utilizando elementos como cartas, diários, recortes de jornal e artigos de internet. A trama, ao mesmo tempo apaixonante e misteriosa, vai cativar os mais diferentes leitores, desde os de romance até os de ficção científica e história.


Em nossa próxima vida (resenha aqui) é um livro que eu não esperava grandes coisas, mas a mistura de um romance fofo com ficção científica e aventura me conquistou que eu não consigo explicar em palavras, só sei que quero muito reler.



Sinopse:
Mudar bruscamente de cidade e passar a frequentar um novo colégio é complicado quando se é adolescente. Ainda mais quando é preciso alimentar um namoro a distância, algo muito desgastante. Priscila tem apenas 16 anos e tem de aprender a lidar com esses sentimentos, e começa a perceber que somente amar alguém não é suficiente para manter um relacionameto.
No entanto, no momento em que se vê perdida e sem ação, ela se dá conta de que a vida em uma cidade grande não é tão ruim e que um novo amor pode surgir diante de tantas descobertas.





O Virando Amor (que você pode adquirir aqui) eu quero reler por motivos de: já não lembro de quase nada que aconteceu, haha. Sem contar que é um livro de se ler num dia, ótimo pra tirar de ressacas literárias (eu estou numa difícil de sair).


Sinopse:
Ambientada nos anos 1840, quando os altos escalões da sociedade londrina começam a conviver com a classe industrial emergente, e com um riquíssimo rol de personagens, a saga de Belgravia tem início na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815, no lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington.
Pouco antes de uma da manhã, os convidados são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque de Wellington precisa partir imediatamente com suas tropas. Muitos morrerão no campo de batalha ainda vestidos com os uniformes de gala.
No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua bela filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes, e ficarão cada vez mais enredadas na intrincada teia de fofocas e intrigas que fervilham no interior das mansões da Belgrave Square.


Belgravia (resenha aqui) foi um dos primeiros livros de romance histórico que li e me apaixonei pelo gênero! É um livro que prende do início ao fim e quero reler em breve.



Sinopse:
Hazel foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma aflição imperial, livro cujo autor deixou muitas perguntas sem resposta. Essa era sua rotina até ela conhecer Augustus Waters, um jovem de dezessete anos que perdeu uma perna devido a um osteosarcoma, em um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Como Hazel, Gus é inteligente, tem senso de humor e gosta de ironizar os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas. Com a ajuda de uma instituição que se dedica a realizar o último desejo de crianças doentes, eles embarcam para Amsterdã para procurar Peter Van Houten, o autor de Uma aflição imperial, em busca das respostas que desejam.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar. 


É possível que todos já tenham lido A Culpa é das Estrelas, que é um dos meus livros favoritos e eu já perdi a conta de quantas vezes eu li, e com certeza é um livro que eu quero reler várias e várias vezes.


   

Harry Potter e Fazendo Meu Filme fizeram parte da minha adolescência, e embora eu já tenha relido os livros de FMF uma vez, quero muito fazer isso de novo com ambas as séries e ter a experiência com outros "olhos", mas com o mesmo amor!

Esse post faz parte do top comentarista que te dá um vale-compras de R$40.

Quais livros vocês acham que valem a pena ler de novo?

14 comentários:

  1. Eu amo reler livros, quando eu não tinha tantos livros para ler eu sempre relia.
    Outros jeitos de usar a boca é sempre válido reler e quero muito fazer isso.
    Mas Belgravia é uma leitura que quero passar longe, minha experiência não foi boa.
    Quero reler ACEDE pra ver se vou ter outra sensação.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa, que pena que não gostou de belgravia...

      beijos

      Excluir
  2. Infelizmente não gostei tanto assim de "A culpa é das estrelas" e ainda não li HP, mas eles estão na minha lista de urgência hhehehe Nunca reli nenhum livro, mas tenho vontade de experimentar isso.
    Outros jeitos de usar a boca é realmente um livro de cabeceira pra vc abrir uma página aleatória e ler antes de começar o dia. É um toque de amor próprio necessário!
    Virando amor está na minha lista de leituras urgentes junto com HP *-*
    Em nossa próxima vida e belgravia entraram em minha lista hoje por causa desse post lindooo.
    FMF não é do meu estilo ;(
    Beijão e parabéns por mais um post incrível <3

    ResponderExcluir
  3. A vida é muito curta mas tô sendo mais consciente na hora de adquirir novos livros, trocando os que não leio ou nunca vou ler, na livraria eu só escolho os livros que eu sei que vou querer na minha estante e reler ele sempre ou se quero um que vou ler um vez e já conheço alguém interessado eu leio e vendo mais barato pra pessoa pra não ter que ficar com ele parado na estante. Os meus preferidos são A Cabana, A Seleção e A Elite (não tenho os outros da série), Ilustre Poesia, clássicos da literatura brasileira e Harry Potter (os dois primeiros, os outros não tenho).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a cabana é lindo demais <3 preciso reler a seleção pra ler a continuação, lembro que amei mas não lembro nada da história!

      beijos

      Excluir
  4. Oi, Carol!
    Eu sempre estou relendo, mas só quando a história não está tão fresca em minha cabeça... Como falei lá no facebook, sempre estou relendo a série Os Hathaways, mas tem um livro nacional - Escolas dos Mortos da Karine Vidal - que li e que não vejo a hora de reler! ❤
    Em relação aos livros que você citou... Não conhecia Em nossa próxima vida, mas já adicionei na minha lista de leitura, apesar de não curtir tanto o gênero ficção científica a sinopse me deixou bastante interessada!
    Virando Amor está na minha lista de desejados, espero lê-lo em breve...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Olá Carol!
    Dos livros citados já li A culpa é das estrelas, já reli duas vezes, gosto mto....
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. nossa, amei esse post
    desta listinha ai o unico que li foi a culpa é das estrelas, e concordo plenamente. O livro é maravilhoso, e nãos seria sacrifício nenhum ler ele novamente. Esse outras ja ouvi falar bastante, quero muito ler fazendo o meu filme esta na minha lista tambem. Não conhecia virando amor mas parasse ser um livro encantador ja ate add
    Harry P. não sei se leria pois não gostei dos filmes , talvez um dia, pois os livro não são iguais aos filmes entao talvez eu de uma oportunidade rsrs

    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Harry Potter e Fazendo Meu Filme 1 com certeza são livros que eu leria novamente sem nenhum problema e eu tenho muita vontade de ler outros jeitos de usar a boca ouvi falar em muito bem sobre esse livro

    ResponderExcluir
  8. Desses eu só li Harry Potter e A Culpa é das Estrelas, mas estou ansiosa para ler Virando Amor ❤

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Eu amo fazer releituras de livros. Todo ano faço ao menos uma. Quero muito ler Outros jeito de usar a boca. Não sou apaixonada por poemas, mas o pouco que vi dele me encantou.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir