[RESENHA] Simplesmente Acontece, de Cecelia Ahern

maio 31, 2018

Sinopse: O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.






Rosie Dunne cresceu ao lado do seu melhor amigo de infância, Alex Stewart . Juntos os dois passaram por momentos únicos e compartilham uma amizade sincera, daquelas que nem os anos conseguem destruir. Entretanto, um sentimento a mais floresce no coração de ambos e vai crescendo ao longo do tempo: eles estão apaixonados um pelo outro. Mas o receio de estragarem a amizade faz com que essa paixão nunca seja revelada.

Alex e Rosie finalmente se formam na escola e ambos têm sonhos a seguirem. Enquanto Alex quer ser médico, Rosie sonha em ter seu próprio hotel e administrá-lo, mas na noite do baile de formatura pode ser muito decisiva para os dois. Rosie acaba selando seu destino ao sair com seu parceiro Brian, a partir dessa noite sua vida muda para sempre ao descobrir que está grávida de Katie. Aos 18 anos, Rosie se vê perdida, sem a menor perspectiva de alcançar seus sonhos, sendo uma mãe solteira e para completar, longe de Alex, já que ele deixa Dublin para cursar faculdade em Boston, nos Estados Unidos.

Os anos passam e o destino não chega a ser tão bondoso com Rosie, tendo que trabalhar em lugares nada agradáveis e tentando correr atrás do seu sonho de ter um hotel, as coisas parecem complicar já que as decisões tomadas nunca parecem serem as certas e nunca a levam para lugar nenhum. Por sorte, Rosie pode contar com pessoas boas em sua vida, como sua amiga Ruby, sua irmã Stephanie e seus pais, dispostos a ajudá-la como podem.



Alex, já formado, busca estabilidade em sua vida e trabalha mais do que tudo em hospitais. Mesmo distante de Rosie, os dois amigos mantêm contanto frequente um com outro através de cartas e e-mail enviados. Os anos continuam a passar sem que eles abram seus corações e às vezes parece ser tarde demais para tentarem ficar juntos, mas será que em algum momento eles estarão dispostos a finalmente se entregarem um para o outro?

Eu gosto de livros intensos. Aqueles livros que enquanto você está lendo, a história é tão real que você entra no lugar da personagem, aquele livro que parece que tem vida própria e conta sobre o que pode acontecer comigo, com você ou com qualquer outra pessoa. Encontrei tudo isso em Simplesmente Acontece e enquanto lia me sentia na pele da Rosie, me sentia na pele do Alex, é uma história viva daquelas que o coração fica agitado e você torce para que tudo dê certo no final, mas quando que é o final? Às vezes pode ser demorado, nem sempre é quando queremos e às vezes parece que nada vai dar certo, igualzinho na vida real.

O livro mostra claramente como as escolhas que tomamos influenciam diretamente nas nossas vidas, podendo nos levar a percorrer caminhos inimagináveis, mas, até mesmo as escolhas que parecem erradas, de alguma forma ela nos leva ao nosso destino final, mesmo que esse caminho pareça mais longe de percorrer.



Eu vivi cada momento com a Rosie, quando a Katie, sua filha, nasceu e como mesmo ela sendo uma mãe de apenas de 18 anos, teve que aprender a crescer rápido para cuidar de Katie. Rosie também tem um humor irônico o que faz com que o leitor se divirta com a sua história. Por outro lado, Alex vai em busca do seu sonho em Boston, mas nem por isso se distancia de Rosie e Katie.

O livro é todo contado através de mensagens e e-mails trocados pelos personagens, achei a leitura bem dinâmica desse modo e do mesmo jeito conseguimos acompanhar o que acontece ao longo dos anos com os personagens. Alguns erros ortográficos são encontrados no livro, mas propositalmente, como etá escrito na nota do editor, antes mesmo da história iniciar, mas isso não incomoda de forma alguma o leitor.



A diagramação é simples, mas está maravilhosa e com certeza indico o livro para todos. Também tem o filme da história que não me canso de ver! Me contem nos comentários se vocês já leram.

4 comentários:

  1. Amo esse livro, apesar da enrolação da Rosie e do Alex ter me incomodado.
    Gostei da maneira como a história foi contatada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu ja assisti o filme que hoje é um dos meus filmes favoritos. Não li o livro mas sei que vai ser tão lindo e apaixonante como o filme. Fico triste ao saber que os dois se amam porem não confessam seu amor pelo outro, seria tudo mais simples, porém não haveria historia. Historia essa que me emocionou e estou mais do que ansiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu não li o livro e já fui direto ver o filme, simplesmente amei!!
    A história é linda!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Lii o livro e ameiiii o filme tambem pena que o livro nao e igual o filme
    beios

    ResponderExcluir