10 livros que quero ler em 2018

janeiro 01, 2018



Ano novo, metas novas... que eu nunca consigo manter, porém não deixo de criar, haha.
Esse ano quero ler muitos livros, mas os 10 livros dessa lista são os que estou mais curiosa pra ler tem algum tempo, e espero ter disciplina e não passar outros na frente. Vem conferir! Leia a segunda parte aqui.

Sinopse:
Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock? Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov. Entre o trabalho como gerente do mercado do bairro e as tarefas de casa, o sonho de viver de música estava, aos poucos, ficando em segundo plano. Até que, ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país, a garota tem a chance de seguir uma nova vida na conhecida Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos. No conservatório, Tim, como prefere ser chamada, terá que superar seus medos e inseguranças e provar a si mesma do que é capaz, mesmo que isso signifique dominar o tão assustador piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica. Só que, para dificultar ainda mais as coisas, o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar. Em um universo completamente diferente do que estava acostumada, repleto de notas, arpejos, partituras, instrumentos e disciplina, Valentina irá mostrar ao certinho Kim que não é só ele que está precisando de um pouco de rock and roll, mas sim toda a Cidade da Música.

Esse livro eu ganhei de presente no ano passado (parece que faz tanto tempo, haha) e vai ser uma das primeiras leituras de 2018 pois da Babi só li o conto dela no livro Um Ano Inesquecível (e tem resenha aqui no blog) e gostei bastante e morro de curiosidade de ler algo mais.


Sinopse:
Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto.

Matthew Quick é um dos meus autores favoritos de todos os tempos, pois todos os livros dele que já li eu amei. Falta eu ler Garoto 21 (que vai ter filme e em breve resenha aqui no blog) e Perdão, Leonard Peacock pra eu ler todos os livros dele lançados aqui no Brasil e espero ter a oportunidade de ler muito em breve.


Sinopse:
Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez isso seja mentira.
Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos.
Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.

Faz um tempão que quero ler esse livro, pois sempre me indicam ele. Fora que ele é da Seguinte, e eu amo as edições de livros dessa editora. 🎔


Sinopse:
Maitê Passos é uma garota linda, de dezessete anos e mais de cem quilos. Ela passou a infância e a adolescência sendo resumida ao peso. Mas e quando é justamente esse o fator que pode mudar completamente a sua vida?
Em meio ao turbilhão do ensino médio, com uma mãe obcecada por dietas, um crush antigo por Alexandre, o cara mais gato da escola, e uma amizade deliciosa com Isaac, fotógrafo amador, Maitê vai descobrir que não precisa ser igual a todas as outras meninas para ser feliz.
Neste romance corajoso e cheio de reviravoltas, Larissa Siriani narra a história de uma jovem descobrindo seu lugar no mundo, construindo uma jornada incrível de autoconhecimento, aceitação e empoderamento.


Esse é outro livro que tá na minha wishlist há séculos, mas desse ano não passa! Sei que é um livro com mensagem de emponderamento e por isso sei que vou amar.


Sinopse:
O cerco se fecha contra os anômalos e o cotidiano nas Cidades Especiais começa a mudar. De início, o direito de ir e vir é privado, e a isso se seguem outras medidas restritivas, o que inspira uma rebelião e deixa a situação a um passo de uma guerra civil. Em meio a diversas facções, que defendem ideologias e métodos diferentes de fazer justiça, cada vez é mais difícil enxergar a situação com clareza, e Sybil tem pela frente novos desafios, que põem à prova suas convicções. Em situações desgastantes e por vezes desesperadoras, ela e seus amigos sentem na pele uma grande ameaça, mas não conseguem perceber quem é e onde está o verdadeiro inimigo.



Esse é o segundo volume da Trilogia Anômalos (já resenhei o primeiro aqui no blog) e tô muito curiosa pra ler, já que amei muito o primeiro, que foi algo bem diferente de tudo que li.


Sinopse:
Felipe está esperando por esse momento desde que as aulas começaram: o início das férias de julho. Finalmente ele vai poder passar alguns dias longe da escola e dos colegas que o maltratam. Os planos envolvem se afundar nos episódios atrasados de suas séries favoritas, colocar a leitura em dia e aprender com tutoriais no YouTube coisas novas que ele nunca vai colocar em prática.
Mas as coisas fogem um pouco do controle quando a mãe de Felipe informa que concordou em hospedar Caio, o vizinho do 57, por longos quinze dias, enquanto os pais dele estão viajando. Felipe entra em desespero porque a) Caio foi sua primeira paixãozinha na infância (e existe uma grande possibilidade dessa paixão não ter passado até hoje) e b) Felipe coleciona uma lista infinita de inseguranças e não tem a menor ideia de como interagir com o vizinho.
Os dias que prometiam paz, tranquilidade e maratonas épicas de Netflix acabam trazendo um turbilhão de sentimentos, que obrigarão Felipe a mergulhar em todas as questões mal resolvidas que ele tem consigo mesmo.

Confesso que estou lendo a sinopse do livro só agora enquanto faço esse post, mas tô curiosa pra ler desde que lançou porque essa capa é muito fofa (quem nunca se apaixonou pela capa e colocou o livro na wishlist sem nem saber do que se trata que atire a primeira pedra).



Sinopse:
Uma história juvenil repleta de choques de realidade. Um livro necessário em tempos tão cruéis e extremos.
Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial.
Não faça movimentos bruscos.
Deixe sempre as mãos à mostra.
Só fale quando te perguntarem algo.
Seja obediente.
Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto.
Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início.
Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.
Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar. 

Mais um da série: nem sei do que se trata, mas o título e capa chamaram atenção (e vai ter filme!).


Sinopse:
Ele foi o farol que a salvou da escuridão. Ela devolveu as cores ao mundo dele. Da mesma autora de O garoto do cachecol vermelho
Daniel Lobos vive a vida plenamente. Dono de um coração enorme, o jovem divide seu tempo entre duas paixões: a música e as causas sociais. Até que seu caminho cruza o de Melissa, uma bailarina preconceituosa e mesquinha, que põe à prova aquilo em que ele mais acredita: que todo mundo merece uma segunda chance.
Este romance mostra, através das lembranças de diversos personagens já conhecidos em O garoto do cachecol vermelho e amados pelo leitor, como as nossas decisões podem afetar o nosso destino.
Respire fundo e venha descobrir o que levou Daniel a ter tanta fé em Melissa, quando ninguém mais acreditava nela. Toda história tem dois lados, e agora é a vez de conhecer a do garoto do cachecol vermelho.

Já resenhei O Garoto do Cachecol aqui no blog e tô muito curiosa pra chorar ler A Garota das Sapatilhas Brancas, e sei que vai ser muito em breve.



Sinopse:
Sarah Vega é uma jovem dedicada aos estudos e à família. Além de estudar Fisioterapia, ajuda a mãe no carrinho de cachorro-quente e cuida do pai cadeirante. Um amor incondicional que ela só compartilha com os fiéis amigos. Paciente, está à espera do homem certo, alguém que fará a diferença em sua vida. Há quem diga que esse homem é Andreas, um rapaz charmoso e atencioso, completamente apaixonado por Sarah. Ela, apesar de querê-lo bem, não sente o mesmo. Uma inesperada visita a uma academia faz seu mundo virar de cabeça para baixo. Quando se depara com o campeão de MMA Hans Scheidemann – a Muralha Alemã –, Sarah se vê envolvida em um turbilhão de paixões e dúvidas. Afinal, Hans tem seus segredos, capazes até mesmo de colocar a garota em perigo. Tudo se complica ainda mais quando uma vidente lhe faz uma revelação inusitada: Sarah tem um dom especial e faz parte de um seleto grupo – as Estrelas da Manhã – do qual depende o equilíbrio do mundo. Numa trama tão alucinante quanto comovente, repleta de romance, esoterismo, ação e emoções à flor da pele, Sarah terá de fazer as escolhas certas. Disso depende não apenas seu futuro, mas o de toda a humanidade.

A Isa já resenhou ele aqui no blog e ela falou tão bem dele que fiquei curiosa pra conferir. Ele já aqui em casa, só falta eu ter uma oportunidade pra ler!



Sinopse:
Cinco alunos entram em detenção na escola e apenas quatro saem com vida. Todos são suspeitos e cada um tem algo a esconder. Numa tarde de segunda-feira, cinco estudantes do colégio Bayview entram na sala de detenção: Bronwyn, a gênia, comprometida a estudar em Yale, nunca quebra as regras. Addy, a bela, a perfeita definição da princesa do baile de primavera. Nate, o criminoso, já em liberdade condicional por tráfico de drogas. Cooper, o atleta, astro do time de beisebol. E Simon, o pária, criador do mais famoso app de fofocas da escola. Só que Simon não consegue ir embora. Antes do fim da detenção, ele está morto. E, de acordo com os investigadores, a sua morte não foi acidental. Na segunda, ele morreu. Mas na terça, planejava postar fofocas bem quentes sobre os companheiros de detenção. O que faz os quatro serem suspeitos do seu assassinato. Ou são eles as vítimas perfeitas de um assassino que continua à solta? Todo mundo tem segredos, certo? O que realmente importa é até onde você iria para proteger os seus.

Esse livro ainda será lançado e tô bem curiosa pra conferir porque QUE TÍTULO E QUE CAPA!!!!

Quais livros vocês querem muito ler esse ano?

16 comentários:

  1. Arrasou na wishlist! 👏👏👏 Já pensei em ler Sonata em punk rock, mas no momento não está na minha lista de prioridades. E A garota das sapatilhas brancas é lindo, vale a pena.

    O ódio que você semeia está na minha lista; e eu só leio comentários positivos sobre ele. E muitos dizem que é um tapa na cara da sociedade.
    Além dele tem: As crônicas de amor e ódio, A irmã da pérola (porque sou fã de Lucinda, mas seus livros estão salgados), A história de Malikah, É assim que acaba (não vejo a hora de lançar), Desencantada (lança logo, Brasil), Pollyanna moça, Histórias de meu romeu, o novo livro da Isa, Ainda sou eu (adianta ae, Intrínseca), aah, são tantos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu li um livro quinze dias do Vitor Martins e eu demorei o Devir praticamente um dia o livro mentirosos da E. Lockhart É bem interessante e a Trama envolve o leitor do início ao fim e o livro A Ameaça Invisível da Bárbara Moraes é incrível apesar de ter me Decepcionado um pouquinho no final

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol! Espero ler "A Garota das Sapatilhas Brancas", "O Ódio Que Você Semeia" e "Um de Nós Está Mentindo", principalmente esse livro da Karen M. McManus, que é um livro de mistério que me deixou com bastante vontade de desvendá-lo!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carol!
    Estou com um lista enorme de leituras para o ano 2018, quero terminar a série Harry Potter, As crônicas de Amor e Ódio, Os Legados de Lorie e outros livros que pretendo ler ainda esse ano!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Estava lendo sobre o livro ''A Garota das Sapatilhas Brancas'' e gostei da história. Minha lista tá tão grande e até hoje não consegui comprar nenhum dela que nem tô acrescentando mais livros kkk. Gostei também do livro ''Quinze dias''.

    Beijos

    Boas de Papo

    ResponderExcluir
  6. Olá, como vai?
    Já tem um tempo que quero ler mentirosos e o ódio que você semeia parece ser muito bom mesmo.
    Espero que consiga ler todos.

    Beijos!
    sentimentos-de--uma-garota--bipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. CAROL!
    Super lista.
    Já nem faço mais as minhas, porque vou lendo de acordo com a vontade, mas asmiro que já faz sua lista.
    Li apenas Mentirosos e é bom, tomara que goste.
    Desejo uma semana abençoada e Um Novo Ano repleto de realizações!!
    “O objetivo de um ano novo não é que nós deveríamos ter um ano novo. É que nós deveríamos ter uma alma nova.”(G. K. Chesterton)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Leia Mentirosos, é muito bom!! Foi meu primeiro contato com a autora e me surpreendi bastante.
    Tenho Perdão há algum tempo, mas sempre passo outras leituras na frente, espero ler este ano!
    O ódio que você semeia e Um de nós está mentindo me chamaram atenção, espero ter a oportunidade de ler em breve.

    ResponderExcluir
  9. Que você consiga ler tooooodos ♥ Adorei!
    Beijos!
    Mundo da Lari ♥

    ResponderExcluir
  10. Todo mundo já leu Mentirosos e eu não aaaaaaaaa sempre me senti excluída, agora não mais! Ufa! kkk
    Boa sorte nas leituras!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Carol!
    Leia "Mentirosos" sim, é um livro maravilhoso, tem um enredo maravilhoso, personagens incríveis e de quebra surpreende muitoooo o leitor, um dos meus livros favoritos.
    "O ódio que você semeia" eu também quero ler, todos falam muito bem do livro, fora que ele é bem realista, conheci um pouco da história da autora e é bem legal.
    Os outros citados eu não conheço, mas fiquei interessada por "Morgenstern", tem uma sinopse ótima.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, também estou louco para ler O Ódio Que Você Semeia, apesar da trama pesada e espero muito saber sua opinião sobre Mentirosos pois esse livro me marcou muito e foi uma das melhores leituras de 2017 para mim. Beijos.

    ResponderExcluir
  13. O segundo livro da sua lista é um dos que não tenho do Mattew, o que é triste, já que esse ano vou ler dois livros dele que tenho e sou do tipo que le tudo do autor de uma vez, sabe?
    Beijos e boas leituras

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  14. Olá Carol!
    Alguns desses livros já estão nos meus desejados, espero mto conseguir ler em breve tbm...Estou me planejando pra conseguir bater minha meta já q em 2017 não rendeu mto por falta de tempo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Olá Carol!!!
    Na minha lista de livro que quero ler já se encontra "Amor Plus Size", "Quinze Dias" e "A Garota das Sapatilhas Brancas", porém fiquei fascinada e querendo ler muito "O Ódio Que Você Semeia" e "Um de Nós Está Mentindo" pois que livros são esses *-*
    Fiz uma meta também para 2018 e espero conseguir cumpri-la rsrsrs

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Gostei desses objetivos para 2018. Os meus são um pouco diferentes. Mentirosos é um livro que quero ler, achei a sinopse interessante. Fora esse, quero ler alguns livros da Julia Quinn, quero ler Boneco de neve e a Mediadora 7.

    ResponderExcluir