[RESENHA] Tartarugas Até Lá Embaixo, de John Green

outubro 23, 2017

Título: Tartarugas Até Lá Embaixo (Turtles All The Way Down)
Autor(a): John Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 256
Gênero: jovem adulto, ficção
adicione ao skoob // compre aqui

Sinopse:
Depois de seis anos, milhões de livros vendidos, dois filmes de sucesso e uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo, John Green, autor do inesquecível A culpa é das estrelas, lança o mais pessoal de todos os seus romances: Tartarugas até lá embaixo.
A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).
Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

Aza Holmes não está nem um pouco interessada em solucionar o desaparecimento do bilionário Russell Pickett, que logo após ter recebido um mandato de prisão fugiu pra não responder por seu crime; mas por insistência de sua amiga, Daisy – e por ter cem mil dólares envolvido pra quem tiver informações sobre o paradeiro dele –, elas se juntam pra resolver o mistério. Aza conhecia o filho de Russell, Davis, e isso pode ajudar a solucionar.



Aza tem transtorno obsessivo compulsivo e ansiedade, e isso faz ela ter pensamentos bem aleatórios e não conseguir parar de pensar neles – logo no primeiro capítulo nós vemos como é isso quando ela está com os amigos na cantina da escola, mas não consegue se concentrar na conversa pois só consegue pensar que pode ter uma infecção por causa da bactéria C. diff. O John Green também sofre com esse problema, e por isso ele consegue passar fielmente tudo que uma pessoa com essa doença sente através de Aza, e essa representação é muito importante.



Você sabe que leu um livro bom quando termina a leitura se sentindo mais inteligente, e sempre termino os livros do John Green me sentindo assim. Me sentindo mais sábia, de certa forma. E faz sentindo, já que ele sempre usa metáforas, referências filosóficas que nos ajudam a compreender melhor seus personagens.

Uma das coisas que mais gosto nos livros do John Green é que os personagens secundários são sempre muito bem construídos, e nesse livro não é diferente. Daisy, melhor amiga da Aza, é a personagem mais legal do livro. Não só por ela ser divertida, mas por ela ser bem real. John consegue passar muito bem toda a dinâmica de quem convive com pessoas com o mesmo problema da Aza.



Se preparem para um livro recheado de referências a cultura pop, especialmente à Star Wars – a Daisy escreve fanfics de um romance entre Rey e Chewbacca –, e um romance entre Davis e Aza, que já é de se esperar, se tratando de John Green. Do romance em si, a coisa que mais gostei é que era uma ida a uma montanha russa sem exatamente falar sobre a montanha russa – quem lê o livro vai entender –, e não focou no romance, já que ambos os personagens têm muito com o que lidar, e de certa forma, os dois se ajudam.



Minhas expectativas estavam bem altas e fiquei muito feliz por terem sido supridas. Se algum dia John Green vai me decepcionar com um de seus livros, esse dia não é hoje. O desenvolvimento da trama foi excelente, me prendeu e entregou um final satisfatório e real.

O livro é mais recomendado, pra pessoas que têm TOC e também pra quem quer entender um pouco o que pessoas com TOC passam. Definitivamente o livro virou meu favorito e eu pretendo reler muito em breve.


QUOTES:

"Mas eu estava começando a entender que a vida é uma história que contam sobre nós, não uma história que escolhemos contar."

"Qualquer um pode olhar para você, mas é muito raro encontrar quem veja o mesmo mundo que o seu."

"E a questão é que, quando a gente perde alguém, a gente se dá conta de que no fim vai perder todo mundo."

47 comentários:

  1. Aaaaaaaaaah, estou lendo tantos comentários positivos sobre este livro que já estou super desejando.
    E também estou super feliz com a promoção da Submarino, pois consegui adquirir Tartarugas por 16 e alguns quebrados. 😍 Agora é só esperar chegar.
    Não quero criar muitas expectativas como criei com ACEDE, mas tá difícil. E ouvi dizer que o título não faz muito sentido...
    Mas John Green arrasa nos quotes não é mesmo!? É cada trecho que podemos levar pra vida.
    Amei a resenha!!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eitaa, que bom que conseguiu essa pechincha, haha. Espero que ame!

      Beijos

      Excluir
  2. Oi, Carol! Bom saber que o livro supera suas expectativas. Eu espero lê-lo em breve. Lidar com TOC deve ser muito complicado. Acho que vou gostar da leitura, anyway.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Está é a primeira resenha do livro que leio e claro que despertou minha curiosidade, seja pelo livro ser de quem é ou pelos quotes que você escolheu, que descrevem bem o tipo da escrita do tio verde.

    Bjos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha oportunidade de ler logo!

      Beijos

      Excluir
  4. Esta é a segunda resenha que leio sobre a obra e cada vez vai ficando melhor, já descobri que o titulo não diz naaada a respeito do livro, o que me deixa curiosa para saber mais. Estou lendo criticas positivas e um livro que aparentemente nao tem pretensão pode se tornar um dos queridinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o título tem bastante a ver com a história, haha.

      Beijos

      Excluir
  5. Carol!
    Não sabia que o John Green tinha sido diagnosticado com TOC.
    Deve ser muito complicado sentir pensamentos intrusivos constantemente 'entrarem' na nosa mente e tornarem a vida bem complicada.
    Gostei de ver que além do mistério do desaparecimento, outros temas foram aborados, como a injustiça e questões existenciais.
    Claro que quero fazer essa leitura.
    Semaninha de muita luz e paz!
    “Todo o nosso saber se reduz a isto: renunciar à nossa existência para podermos existir.” (Johann Goethe)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  6. Acho meio complicado falar sobre os livros do John green — Especialmente eu — que li alguns anteriores com tantas expectativas e me decepcionei. Até então o meu favorito é Quem é você alaska? e os outros não gostei tanto. Mas após ler sua resenha fiquei com uma vontade imensurável de ler ele e ver essa mensagem que ele passa. Desde as referências a cultura pop tipo Star wars, até a parte que fala sobre pessoas com TOC. Não li um livro assim e acho que seria interessante ler.
    Otima resenha, mais uma vez está de parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que vai gostar desse, Murilo.

      Beijos

      Excluir
  7. Não tenho TOC mas lido com essa doença há muitos anos, pois minha mãe tem. As vezes a doença fica mais agressiva, outras mais branda, mas é muito dificil se lidar com ela. Gostei do enredo, quero ler o livro mas estou intrigada com o título. Porque esse título? Alguém pode me explicar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um ótimo livro pra você então.
      O título é sobre um cientista que faz um discurso sobre como a Terra orbita o sol e tudo mais, aí alguém na plateia fala: "É bobagem isso. A Terra, na verdade, está apoiada numa tartaruga gigante". E aí o cientista diz: "Ah, é? E onde essa tartaruga está apoiada?". E a pessoa responde: "Em outra tartaruga, e essa, por sua vez, está apoiada em outra tartaruga e assim vai. São tartarugas até lá embaixo". Mas aí você precisa ler pra entender o que tem a ver com a história da Aza :D

      Beijos

      Excluir
  8. Estou ansiosa para adquirir esse livro. Vejo todo mundo lendo e gostando. Fico feliz que tenha gostado, quero ter a oportunidade de ler ele em breve.
    Não sabia que o livro falava sobre toc e acho tão legal saber sobre esses transtornos. O último livro que li sobre transtornos amei muito.
    Os quotes estão tão lindos. As fotos ficaram maravilhosas, parabéns. ❤
    Amei a resenha. Beijos ❤

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?

    Que bom que você gosto do livro. Acho que também vou gostar quando lê-lo. Quando vi este capa, não reparei muito bem no nome do autor, depois que descobrir que era do John Green. Fiquei feliz. Adoro a escrita dele e estou louca para ler a obra. Ainda não consegui comprar, mas já estou planejando fazer isso ainda este ano, ou no começo do próximo ano.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Fico feliz em saber que se trata de um bom livro. Estou com altas expectativas com relação a ele por tratar de um tema que é do meu interesse. Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve.
    Adorei a sua resenha!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha oportunidade. Obrigada!

      Beijos

      Excluir
  11. Esse livro já estava na minha lista e depois dessa resenha, se tinha alguma dúvida, agora não mais. Parabéns, amei a resenha!!!

    ResponderExcluir
  12. Gostei,sobre se sentir mais inteligente quando se le um livro, também me sinto assim. Já foi pra lista do Black.
    Vitória

    ResponderExcluir
  13. Resenha linda. Quero muito ler esse livro. Ainda não li nenhum livro do John Green, só vi o filme A culpa é das estrelas e Cidades de Papel. Esse livro parece ser muito interessante, eu não sabia que o John teve TOC. Amei as fotos do livro!! Nossa, que legal, nunca terminei uma leitura me sentindo inteligente, acho que deve ser uma particularidade do John kkkkk. Enfim, resenha, fotos, quites, tudo muito lindo❤

    ResponderExcluir
  14. Que resenha linda! Amo o John Green,acho que ele traz sempre um leitura muito leve e deliciosa, e me parece que com esse livro não é diferente. Me deixou com mais vontade ainda de ler, Carol. Vou anotar a minha listinha do Black Friday. 😉❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que consiga um desconto bom, haha.

      Beijos

      Excluir
  15. Olá, tudo bem?
    Eu terminei de ler esse livro hoje e estou completamente apaixonada. Eu sempre gostei dos livros do John Green, até de O Teorema Katherine que muitas pessoas não gostam, mas esse foi o primeiro que me deixou completamente apaixonada.
    Adorei acompanhar a trajetória da Aza, apesar de ser doloroso entender todo o seu sofrimento. Eu confesso que, ao contrário de você, não curti muito a Daisy. Mas ela foi uma personagem bem construída mesmo, e que realmente ajudou muito a mostrar o quanto é difícil para quem convive com uma pessoa que tem TOC.
    Sua resenha ficou ótima e amei essas fotos maravilhosas!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que pena que não gostou tanto da Daisy, haha. Mas obrigada!

      Beijos

      Excluir
  16. Também sou super tiete do autor e gostei de todos os livros dele. Uns mais e outros menos, mas todos os livros me agradaram muito. A minha expectativa com este aqui está lá nas alturas, ainda mais depois da sua resenha, master elogiosa. Quero ler o mais rápido possível.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Nunca li nada do John Green, mas me interessei por este livro.

    ResponderExcluir
  18. Olá, esse livro parece ser super interessante, estou querendo muito ler esse livro e a sua resenha despertou a minha curiosidade

    ResponderExcluir
  19. Comprei o meu e eu estou ansiosa aguardando a chegada !
    Sua resenha está maravilhosa e só fez aumentar a minha vontade de ler esse livro. Sr Green mais uma vez dando um show com sua escrita perfeita e atraente.
    Amei os quotes escolhidos para representar o livro <3

    ResponderExcluir
  20. Apesar de ter todos os livros do autor, li apenas ACEDE e Cidades de Papel, e gostei muito dos dois, apesar de ter ficado devastado com ACEDE. Eu amo tartarugas, e quando v i o título desse livro, na hora pirei. Mas infelizmente ainda não consegui comprar. Como um nerd de carteirinha o John sempre tem personagens ou referências a esse mundo nos livros dele. Adorei saber que o livro te prendeu, que a construção das personagens é boa. Se eu já queria só pelo título, agora quero pelas suas indicações.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?

    Ah, estou tão ansiosa para essa leitura! Depois de ler, há anos, A Culpa é das Estrelas, estava ansiosa por um novo livro do John Green, então minhas expectativas também estão altas. Por isso estou esperando um pouco antes de ler, para não me decepcionar.
    É ótimo que o autor tenha abordado o transtorno obssessivo e ansiedade, ainda mais por ele também sofrer disso, já que é uma maneira de debater o tema, além de diminuir o preconceito. Fico feliz em saber que ele continua com as metáforas e referências filosóficas, sei que vou terminar a leitura mais sábia também, rs.
    Estou super curiosa para saber dessa fanfic entre a Rey e o Chewie, como isso é possível? rs

    Enfim, adorei a resenha, obrigada pela dica :)
    Abraços.

    https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá! Acho essa capa linda! Um amor só <3 porém realmente não faz o meu estilo de leitura, mesmo que eu saiba que John Green é um maravilhoso escritor já que conheço alguns trabalhos. Enfim, eu amei o post e fico feliz que se sentiu mais inteligente haha ❤️

    ResponderExcluir
  23. Aí meu Deus! Me perdoe pelo comentário, mas quero muito ler Tartarugas até lá embaixo e tô literalmente correndo das resenhas sobre.
    Mas ameeei suas fotos e como você deu 5 estrelas, fico tranquila e sei que possivelmente irei concordar contigo.
    Beijos
    www.manuscrito.com.br

    ResponderExcluir
  24. Olá Carol, eu simplesmente amo a forma na qual o John Green escreve os seus livros. São mágicos, são intensos, são reais e extremamente inteligentes.Amo as metáforas que ele impõe.
    Essa é a primeira resenha desse livro, que já estava na minha lista de desejados, e eu estou curiosa demais para ler agora, mais do que estava.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  25. Oie, tudo bom?
    Eu amei A culpa é das estrelas e Looking for Alaska, mas os outros dois foram bem decepcionantes, rs. Espero poder conferir esse em breve, pois ouvi que é realmente uma leitura maravilhosa, além de ser um tema diferente do que ele sempre vem tratando. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  26. Eu sempre tive um pé atrás com os livros desse autor, por isso nunca li nenhum. Acho que é por achar que ele aposta na linha dos romances trágicos ao estilo Nicholas Sparks, o tipo de leitura que sempre evito. Lendo sua resenha percebi que esse livro pode me agradar, fiquei curiosa com a premissa. Acho que vou ler!
    Beijos
    Rafa - blog Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  27. Oi!
    Estou super curiosa pra ler esse livro, até hoje só li a culpa é das estrelas do 'João Verde', mas vi muitas resenhas dizendo que esse é o melhor do autor até agora.
    Gostei muito de saber que os personagens são mto bem desenvolvidos e os temas que ele apresenta também são mto importantes.
    Com certeza aumentou ainda mais minha vontade

    ResponderExcluir
  28. Oiee ^^
    Tirando ACEDE, os outros livros do John Green não me agradaram tanto, por isso eu estou um pouco receosa em ler este livro. Mas ver que você gostou (e se sentiu mais inteligente ao finalizar a leitura) me deixou um pouco curiosa. Só a premissa da história que não me chamou muito a atenção. Acho que vou esperar a poeira abaixar um pouco antes de ler...haha'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Ola Carol lindona eu confesso que não tive boas leituras com John comecei um livro e não gostei depois tentei outro e a leitura não flui, fico feliz que a leitura sempre acrescenta algo a mais para você acredito que essa sensação é uma das melhores. Quem sabe em outro momento eu leia. bjos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  30. Oi, Carol! Tudo bem? Eu estava super curiosa para conhecer sobre o livro e torcendo para encontrar uma boa resenha e então... Encontro a sua! Amei!!! E com toda certeza vou amar esta leitura. Suas fotos tb são maravilhosas! Obrigada pelo post lindo e bem escrito!

    BJs

    ResponderExcluir