[RESENHA] Meu Coração e Outros Buracos Negros, de Jasmine Warga

junho 13, 2017

Título: Meu Coração e Outros Buracos Negros // My Heart and Other Black Holes
Autor(a): Jasmine Warga
Editora: Rocco (Selo Jovens Leitores) // livro cedido em parceria com a editora
Páginas: 312
Gênero: ficção, young adult
adicione ao skoob // compre aqui

Sinopse:
Um tema amargo, mas necessário. Em Meu coração e outros buracos negros, a estreante Jasmine Warga apresenta aos leitores um romance adolescente que aborda, de forma aberta, honesta e emocionante, o suicídio. Aysel, a protagonista, enfrenta problemas com a família e os colegas de escola, como tantos jovens por aí, e, aos 16 anos, planeja acabar com a própria vida. Mas quando ela conhece Roman num site de suicídio, em busca de um cúmplice que a ajude a planejar a própria morte, num pacto desesperado, a vida dos dois literalmente vira de cabeça para baixo. Aos poucos, Aysel percebe que seu coração ainda é capaz de bater alegremente. E ela precisará lutar por sua vida, pela vida de Roman e pelo amor que os une, antes que seja tarde.

Aysel tem 16 anos, ela estuda e trabalha meio período como operadora de telemarketing e, entre uma ligação e outra, entra no site Passagens Tranquilas, um site pra quem quer morrer.



Ela sofre certa pressão, ódio e raiva pelos moradores da cidade por algo que seu pai fez, e que vamos descobrindo: seu pai é a causa da morte de Timothy Jackson, a primeira pessoa de Langston a chegar às Olimpíadas – por isso era motivo de orgulho para todos –, mas morreu tragicamente.



Por se sentir indesejada em sua própria cidade, e mais que isso, por ter medo de se tornar o mesmo que o pai, ela decide se suicidar, e por isso entra no site Passagens Tranquilas, pra encontrar um parceiro de suicídio, que não vai deixar ela fazer as coisas pela metade. Quando ela finalmente encontra esse parceiro, Roman, eles marcam o suicídio para a data sete de abril, uma data inegociável dali a um mês.

Ao mesmo tempo que Aysel está decidida a seguir o plano com Roman, ela insiste em querer descobrir o que levou o pai a cometer o crime terrível, e esconde de Roman o segredo do pai, por ter medo dele tratá-la como as outras pessoas.



Você meio que tem uma ideia de como a história vai terminar, mas isso não é um problema já que o mais importante não é o final, e sim a mensagem que o livro passa, de que não importa quão triste e solitário você sinta, há mais coisas belas a serem vistas, tem sempre algo que faça valer a pena os dias ruins. Falar sobre depressão é muito importante, ainda mais quando trata de um jeito que mostre que há esperança pra quem se sente assim, então, apesar de ser considerado um gatilho, a leitura desse livro pode ajudar muito quem se sente assim a ver uma luz no final do túnel.



Se você leu/assistiu 13 Reasons Why, definitivamente vai gostar desse livro, apesar de ter uma pegada diferente, a temática é a mesma, abordando um assunto sério e importante com uma escrita leve e que te prende do início ao fim. Super recomendo!


QUOTES:

"Qualquer um que já esteve triste de verdade pode dizer que não há nada de bonito, literário ou misterioso na depressão."

"Era quase como se eu fosse um machucado que não sara. Não um machucado doloroso, mas delicado, feito de lembranças melancólicas."

"Meu corpo é uma máquina eficiente de matar pensamentos felizes."

34 comentários:

  1. Ola
    Nossa, que história marcante. Esse negocio de parceiro de suicidio me deixou um tanto intrigada e muito assustada, na verdade. Compreendi bem que nao importa sobre o desfecho e sim sobre as mensagens repassadas heim?! A temática é bem pesada, então não poderia esperar menos. E sim, assisti 13 reasons Why, então acho que essa leitura seria uma boa recomendação.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu já tinha visto esse livro, mas nunca havia me interessado. Fiquei surpresa ao saber desse site de Passagens tranquilas, mas imagino a pressão que a protagonista sofre. O que me causa raiva na verdade, como se ela tivesse culpa pelos atos do pai. Depressão algo que deve ser debatido, conversado sim, então achei super interessante o livro. Já li e assisti a série Os treze porquês e gosto bastante desse tipo de livro, com uma assunto importante, mas mais que isso que faz o leitor refletir né?!
    Espero ter oportunidade de lê-lo algum dia!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, eu acabei lendo a resenha pelo simples fato que você comenta que tem uma temática igual aos 13 porquês, cuja história me fascinou e me fez ver o mundo com outros olhos quando li ele aos 15 anos.
    O enredo parece ser bem interessante desse livro e eu gosto bastante de temas como suicídio principalmente por me ajudar a entender o que se passa na cabeça de alguém que quer cometer tal atrocidade.
    Você diria que esse livro pode causar o mesmo impacto sentimental e reflexivo que os 13 porquês causou?
    A história me chamou muita atenção mesmo! E quero ler mais sobre esses assuntos (suicídios, preconceito e até psicopatia).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que a forma que 13rw foi contada foi bem mais forte e apesar de tocarem nos mesmos assuntos, 13rw é mais direcionada às pessoas que levaram a Hannah a cometer o suicídio, e "Meu coração..." é mais pras pessoas que estão com depressão verem que tem outro caminho a seguir. Mas é bem impactante sim.

      Beijos

      Excluir
  4. Olá
    Pela sua referência do final a 13RW já me deixou com um pé atrás para ler, pois eu faço parte da pequena parcela mundial que não viu a série e não tem um pingo de interesse em começa-lá. Essa obra eu já li umas outras resenhas e sempre vejo boas e críticas ruins. Até mais ver

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol ;)
    Gostei de 13 reasons, mas não li o livro, apenas vi a adaptação. Meu Coração e Outros Buracos Negros já estava na minha lista de leitura, e você só me deixou mais animada ainda pra ler!
    Acho que o livro deve trazer uma bela mensagem, porque falar de depressão realmente é complicado, mas é uma coisa que precisamos fazer mais!
    Vou ver se adianto o livro na lista de leitura ;)
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Boa noite!
    Gostei de ver que o livro, ao invés de mostrar o suicídio como a única solução para determinadas situações, fez com que a mensagem de superação sobressaísse essa terrível doença. Fiquei bem curioso para saber o que acarretou esse crime tão ruim que o pai da Aysel cometeu contra alguém tão querido por toda a cidade.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Cara, que quotes lindos foram esses... Principalmente o último!
    Acho que é um livro que me fará refletir MUITO, além de trazer uma história emocionante demais. Espero ter a chance de ler logo, amei!

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    eu fico pensando que antes não havia tanta preocupação com o fato desses livros poderem ser ou não um gatilho em potencial para as pessoas depressivas ou com tendências suicidas, eu pelo menos nunca havia lido nenhuma observação nas resenhas de livros do tipo a pelo menos uns três anos atrás por exemplo. Isso não é uma crítica, na verdade é apenas a constatação da nova era que 13RW nos apresentou, e eu ainda não sei se fico preocupada com o fato de as pessoas se sentirem impelidas a direcionar claramente os livros, ou feliz por perceber a sensibilidade e preocupação com o próximo que os últimos fatos despertaram. De qualquer forma estou evitando ler livros que abordem essa temática por hora, acredito que logo mais estaremos saturados de histórias do tipo, como aconteceu com os eróticos, new adults e tantos outro. Mas anotei a dica para poder conferi-la com essa febre passar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Espero que sim! :)

    A depressão é um assunto que anda dando o que falar. Assim como o suícidio.
    Nao conhecia esse livro, e fiquei bastante interessada. Principalmente por ter lido a resenha e imaginar que seja uma trama reflexiva.
    Espero sinceramente que os personagens encontrem uma nova esperança, e que tenham um fim bem diferente do livro Os 13 Porquês...
    É muito triste saber que pessoas recorrem ao extremo para se " libertar" das suas dores.

    Boa dica! :)

    ResponderExcluir
  10. Eu li poucos livros que tratam de assuntos assim, mas todos foram ótimos.
    "Uma Canção para a Libélula" é extremamente belo e meu preferido.
    Um outro que conheci, mas não fala exatamente de depressão é "Lavínia: no limite"
    Aquele livro também mexeu comigo.



    Minha Fuga da Realidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço os livros, mas vou procurar mais sobre esses. Obrigada pela dica!

      Beijos

      Excluir
  11. Olá.
    Apesar de serem livros que tratam de assuntos importantes e polêmicos, sinceramente não tenho interesse na leitura. Mas para quem gosta, com certeza uma ótima dica.
    Parabéns pela resenha, muito bem escrita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    É o tipo de leitura do qual estou fugindo no momento.
    Estou passando por um momento de muita pressão e ler um livro com um tema tão pesado não seria bom para mim.
    Mas o enredo é muito interessante e é uma leitura que eu gostaria de fazer no futuro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oie, quando esse livro foi lançado, ouvi falar bem e coloquei na minha lista de leituras, e agora com seus comentários, aguçou mais ainda a minha curiosidade. gosto de obras que tratam de depressão e temas que nos fazem refletir e também aprender, e parece que encontramos exatamente isso nessa.

    ResponderExcluir
  14. Eu não fazia a menor ideia que este livro poderia ser relacionado com Os 13 Porques e já fiquei curiosa para ler e me emocionar.
    Valeu demais pela dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?

    Não sabia que o livro era no estilo de 13 Porques, fiquei com bastante vontade de ler. Adorei os quotes. Sua resenha ficou ótima.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  16. A capa do livro é bem legal, mas se tem suicídio/ideia de suicídio já me faz perder a vontade de ler, e foi isso que aconteceu quando li as primeiras resenhas desse livro. O tema é importante, mas às vezes acho que ele está sendo meio banalizado. Prefiro continuar com meus romances e suspenses! Rss

    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Sobre a história, achei bem intrigante esse lance de parceiros para suicídio, é algo que não é retratado com frequência, essa procura de alguém para conseguir ir até o final. Espero que tenha sido bem explorado. Adorei a capa desse livro, chama a atenção apesar de sua simplicidade.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  18. Olá Cá,
    Já li esse livro e gostei muito. Aliás, ele é favorito da vida. Acho que a autora abordou muito bem tudo nessa trama, principalmente, a depressão e como ela funciona. Acho que a mensagem é muito mais importante do que um eventual suspense com relação ao final, como você pontuou.
    Fiquei com vontade de reler esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi, Carol!
    A trama me pareceu bem densa, é um tema bem difícil de ser abordado, eu não costumo ler tantos livros sobre o assunto, mas acho bem importante de ser abordado na literatura porque já é bem mais frequente vermos jovens passando por isso na vida real. Vou ler o livro para formar uma opinião sobre a história e a obra em geral.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  20. Ola! Eu nunca li nenhum livro que trata esse tema, mas acho que chegou a hora, e esse parece ser uma ótima indicação, e eu fiquei mega curiosa, já vi falarem dele, mas nunca fui a fundo.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Dramática
    http://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu já tinha visto esse livro, mas confesso que não fazia ideia do que se tratava.
    Já li alguns livros que tratam sobre suicídio e depressão, mas acho que, por mais mais importante que seja falar sobre isso, sempre é preciso ter um cuidado extra ao abordar esse assunto. Vou te confessar que achei a abordagem de Os treze por quês muito irresponsável e, desde então, criei uma certa prevenção com livros do gênero.
    Fico aliviada de saber que esse livro tem uma abordagem diferente, que oferece uma luz no fim do túnel para quem está em uma situação similar, mas, no momento, ainda não sei se leria.
    De qualquer forma, fico feliz que você tenha gostado do livro e adorei sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem? Os livros sobre suicídio estão dominando o mercado, não é? Virou a nova moda, haha. Sempre temos uma. No entanto, é muito bom que este assunto esteja cada vez mais discutido, já que antes era algo que tirava vidas, mas que ninguém falava a respeito. Quanto à história, confesso que fiquei muito curiosa a respeito! Quero saber se os dois vão desistir da ideia depois de se conhecerem. Sempre há a esperança, não é?

    ResponderExcluir
  23. Olá!

    Acho muito importante esse tipo de livro quando o assunto é tratado com responsabilidade e coerência. Muitos livros sobre o gênero estão sendo lançados ou lidos, as vezes eles já estavam ai e nós que só passamos a ter consciência deles agora, até porque 13 Reasons Why abriu uma janela para que esse tipo de leitura não seja mais tão incomoda e assustadora. Achei a resenha bem legal, pois passa a ideia clara que o livro é sobre esperança e a jornada, me deu muita vontade de ler, vou procurar e incluir na minha lista.

    Beijos e Sucesso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, exatamente. É importante falar sobre o assunto, mas sempre de forma consciente.

      Beijos

      Excluir
  24. Olá!

    Eu já vi esse livro por aí várias e várias vezes, e menos sabendo que se tratava de um livro com uma temática forte, não havia me interessado em ler nenhuma resenha. Fico feliz de estar fazendo isso agora, porque a trama me parece muito instigante e que tem muito para ensinar. É realmente necessário falar sobre depressão, pois assim poderemos ajudar aqueles que estão a nossa volta sofrendo desse mal. Muito obrigada pela dica.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  25. Olá,

    Como já tinha ouvido falar nesses gatilhos, estou esperando um momento em que eu esteja muito, mais muito feliz mesmo, para fazer essa leitura, até já tenho-o em ebook, mas por conta disso ainda não fiz a leitura. Adoro livros com temas polêmicas e com grandes cargas dramáticas, e por tudo que já li sobre esse livro, acredito que irei gostar desse também.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Tenho visto alguns livros aprofundando neste mesmo tema de 13 Porquês, e apesar de achar isso interessante, creio que em pouco tempo conseguiram desgastar o tema por completo ( assim como fez Crepúsculo). Apesar disto o enredo conseguiu prender minha atenção e vou buscar realizar a leitura.

    ResponderExcluir
  27. Oi.

    Já tinha visto este livro antes, mas nunca procurei saber mais sobre ele, nem a sinopse eu li. Adorei conhecê-lo agora, parece ser bem interessante e vou dar uma chance a ele. Vou notar a dica, procurar no Skoob e adicionar à lista de leituras.

    ResponderExcluir
  28. É um tema bastante pesado, mas muito pertinente, pois cada vez aumentam mais os casos de depressão cujo desfecho é o suicídio. Claro que é um assunto que deve ser abordado com certos cuidados, por motivos óbvios, e acho que é exatamente o caso com esse livro. Ainda não li o livro, mas futuramente poderá rolar. Gostei da dica.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  29. Olá...
    Não conhecia esse livro e eu acho a temática dele é bem interessante e atual, na verdade, acho que atualmente só estão se focando muito nisso e acredito que apesar de serem de formas diferentes, o mercado pode acabar ficando saturado né?

    Não assisti os 13 porques, mas eu leria esse livro sem duvida. A resenha está muito bem escrita e empolgante.

    beijos

    ResponderExcluir
  30. oii
    nunca tinha visto este livro a amei a capa e ja adicionei na minha lista parece ser bem legal ele ate porque gosto dos trezes porques e a sinopse a tresenha e a capa me fizeram ter interesse de le lo

    ResponderExcluir
  31. Temas polêmicos, seja qual for, estou dentro. O suicidio está sendo muito discutido e crescendo assustadoramente entre os jovens. Sempre torço que sejam expostos de uma forma delicada e bem escrita. Esse como os outros devem ser pesados de se ler mas espero que com finais esperançosos

    ResponderExcluir